Seria o pós-venda mais importante do que a própria venda?

O pós-venda é uma parte importante e fundamental para o sucesso de uma clínica ou consultório, assim como em qualquer empresa. Essa questão nunca deve ser deixada de lado e merece atenção tanto quanto a conclusão de um tratamento.

Além de criar e manter uma relação sólida e de confiança entre paciente e médico, o pós-venda também auxilia nos pontos fracos e fortes do seu consultório ou da sua clínica, tendo como base o feedback do paciente.

Um ponto importante para ter um bom retorno de seus clientes é o atendimento, desde o início até o fim do tratamento, para que eles se sintam “em casa” e satisfeitos com o serviço prestado. Além disso, é importante deixar claro para o seu consumidor como funcionará todo o tratamento. Por exemplo: se tiver etapas, deixe isso claro, para não gerar dúvidas e uma possível insatisfação durante o trabalho. A boa facilidade de comunicação com a sua clínica e uma assistência em caso de dúvidas ou imprevistos durante o atendimento é fundamental para o paciente se sentir bem atendido e satisfeito com o trabalho prestado por sua equipe.

Assim, podemos dizer que o pós-venda tem como objetivo principal manter o cliente satisfeito com o serviço prestado por sua clínica ou consultório e garantir uma boa relação de confiança com o seu público — por meio de um bom atendimento, um bom tratamento e solução para o problema daqueles que optaram pelo seu serviço.

Sua aplicação pode ser feita de várias maneiras, sendo uma delas, a pesquisa, que dá liberdade para o seu paciente falar sobre sua experiência com o seu consultório e seu nível de satisfação com toda a equipe, desde a venda até a finalização do serviço. Essa pesquisa pode ser feita com perguntas fechadas e também com perguntas abertas, para a pessoa deixar sua opinião. A forma mais rápida e mais usada é com perguntas fechadas, que é mais simples de ser respondida e não toma muito tempo do consumidor, sendo também mais fácil de tabular e com um resultado mais preciso.

Mas não é só isso! Além de saber a satisfação do cliente com o seu atendimento e serviço prestado, o pós-venda também ajuda e ver quais são os pontos fortes de sua clínica ou consultório e quais são os pontos que devem ser melhorados. Sem contar que ele permite também um melhor entrosamento de sua equipe, seja com informações sobre os clientes e até mesmo um melhor atendimento, ou então para mandar uma lembrança de aniversário ou saber como a pessoa está após um tratamento realizado.

Um ponto importante que também merece atenção e cuidado é saber como receber crítica. Se caso acontecer em algum feedback vindo de seus pacientes, é importante entender o problema que gerou a insatisfação e procurar sua origem, sempre procurando formas de minimizá-lo, para evitar uma outra crítica de um novo consumidor. Para isso, também é importante entender quais são as expectativas de seus clientes no início de tudo, na hora da venda.

Portanto, após receber um feedback positivo ou negativo, é importante dar um retorno — sem usar a emoção do momento —, respondendo com calma e atenção, para que, se for algo negativo, ele possa ver que foi uma crítica construtiva e que sua equipe vai procurar melhorar naquele ponto. É sempre importante agradecer a opinião do cliente e jamais evite uma crítica, mesmo que não concorde com ela.

O que acha? Será que o pós-venda da sua clínica ou consultório é bem estruturada?

Se você ficou interessado ou deseja tirar alguma dúvida sobre o seu marketing, entre em contato conosco!

24 anos, publicitária formada pela PUC Minas e Pós graduada em Gestão Marketing pelo IBMEC BH.
Atendimento e Tráfego na Agência GIP desde 2014.
Amante de esportes e Cruzeirense de coração.

O que é branding e como usá-lo a favor de meu consultório ou clínica?

Para se destacar, não basta apenas fornecer serviços de qualidade — é preciso ter um diferencial, conquistar a confiança do público-alvo e criar valor entre empresa e cliente para expandir os negócios.

Ser lembrado em um mercado onde a oferta de produtos e serviços é tão grande e diversa não é uma tarefa fácil. No entanto, um bom plano de comunicação, aliado a estratégias de branding, pode impactar positivamente seu consultório.

Neste post você conhecerá mais sobre o branding, por que ele é tão importante em seu negócio e como aplicá-lo para se destacar no mercado. Acompanhe!

O que é branding?

Podemos conceituar o branding como um conjunto de ações de comunicação em seu consultório ou clínica que tem como objetivo “construir” a sua marca no mercado, o que inclui trabalhar o posicionamento dela, fazer com que seja lembrada e tenha valor para o público-alvo.

Essas ações envolvem todas as estratégias que têm relação com a gestão de marca e representam um investimento que envolve uma ampla pesquisa tanto de seu negócio, quanto de seu público-alvo.

Investir em branding envolve uma ampla pesquisa tanto de seu negócio, quanto de seu público-alvo, afinal de contas é para eles que você vai vender. Então, é preciso criar ações que vão mostrar o quanto seu consultório é valioso para eles.

Por isso, analise a identidade visual de seu negócio, os valores, os objetivos, a área de atuação, a concorrência e, principalmente, os interesses dos clientes.

Assim, é possível desenvolver ações para que seu consultório se torne uma referência na área da saúde, gerando identificação entre marca e cliente.

Por que ele é importante?

O branding se destaca como uma ação importante, pois não significa apenas vender, mas sim conquistar clientes apresentando significado, diferencial e vantagens de seus serviços.

Além de gerar identificação, você cria um desejo entre seus clientes e público-alvo de adquirirem seus serviços, podendo vender mais e se destacar diante da concorrência.

A partir disso, é possível ter uma reputação positiva, demonstrando credibilidade e fidelizando clientes. Assim, eles não apenas voltarão sempre ao seu consultório, como também se transformarão em divulgadores de sua marca.

Como implementar o branding em seu consultório?

O primeiro passo para implementar ações de branding é saber o que seus clientes atuais acham de seus serviços e de sua marca.

Pergunte por que escolheram seu consultório, quais são os pontos fracos e fortes, os diferenciais no mercado e o que as pessoas entendem sobre seus valores e objetivos.

Analise esses resultados para dar um direcionamento às suas estratégias, sempre de maneira segmentada, podendo estabelecer um novo direcionamento. Tenha como foco a percepção positiva de sua marca para impactar e se destacar.

É muito importante ter um conhecimento claro de seu público-alvo para investir em qualquer tipo de ação de comunicação, principalmente em branding.

Por isso, tenha em mente qual é o tipo de cliente ideal que você deseja atingir para traçar estratégias e poder atingi-los.

A partir disso, alinhe o branding às estratégias de marketing para tornar sua marca conhecida e ter um bom posicionamento.

Isso envolve ações online e offline, com destaque para as redes sociais, que são hoje um dos principais meios de comunicação para todos os tipos de negócios.

Como todo processo de construção, o branding não é simples e precisa fazer parte do planejamento do plano de marketing da sua clínica. Contudo, quando feito pelos profissionais certos tende a revolucionar a oferecer resultados muito bons.

O branding poderá trazer benefícios e posicionar a sua marca no mercado com o tempo, e não de um dia para o outro. É preciso analisar suas estratégias de modo contínuo, observando o que deu certo e renovando as ações que não tiveram os resultados esperados, sempre atendendo aos interesses de seus clientes.

Esses são os principais benefícios do branding para fazer com que seu consultório se destaque na área da saúde.

Conhece outros profissionais que podem se beneficiar de uma marca bem construída e também bem posicionada? Então, compartilhe este post nas redes sociais, basta clicar em nossos ícones abaixo 😉

24 anos, publicitária formada pela PUC Minas e Pós graduada em Gestão Marketing pelo IBMEC BH.
Atendimento e Tráfego na Agência GIP desde 2014.
Amante de esportes e Cruzeirense de coração.