Como o marketing digital aumenta a competitividade de clínicas e consultórios?

Tornar-se autoridade no assunto, obter a confiança dos clientes e ter seu consultório ou clínica com agenda cheia é o objetivo de todo profissional de saúde. Com o Marketing Digital para clínicas e consultórios, essa meta pode ser cumprida e continuada.

Para que o cliente chegue até o seu consultório ou clínica, ele precisa estar acessível e disponível online. As informações dos tratamentos oferecidos e dos contatos a serem acessados precisam ser claras, concisas e relevantes. Esses itens são fáceis de encontrar, mas não bastam.

Simplesmente aparecer dentre muitos concorrentes nas páginas dos mecanismos de busca, não é suficiente para atrair mais pacientes, principalmente, quando o assunto é saúde. Por essa razão, é preciso estar no topo, ou seja, pelo menos entre os 3 primeiros resultados. E, para isso, sua clínica precisa oferecer mais ao seu público-alvo.

É necessário ofertar conteúdo que realmente seja relevante para quem você quer que conheça o seu consultório. Por isso, uma ação eficiente é aproveitar o espaço no meio digital para agregar mais valor àquilo que você oferece.

Nem sempre o paciente está preparado para marcar uma consulta naquele momento, por exemplo. No entanto, ele já pode estar interessado. Sendo assim, eduque-o a respeito dos benefícios que pode ter com os tratamentos que você oferece para que, na hora em que estiver pronto, ele dê preferência à sua clínica.

Para ficar por dentro do assunto, confira o nosso post de hoje!

Como aumentar a competitividade de sua clínica na internet?

Sua clínica precisa de autoridade e confiança online para ser mais competitiva no mundo digital. Isso porque, embora existam muitas informações sobre tratamentos de saúde na internet, grande parte delas não é segura. Sendo assim, encontrar um blog, um site ou uma página nas redes sociais em que se pode realmente confiar pode ser muito complicado.

Justamente por essa razão, para fidelizar mais pessoas, seu consultório ou clínica tem que se tornar a referência quando o assunto for saúde. Quanto mais autoridade conquistar, maior o número de visitantes que se tornarão pacientes.

Ademais, quando o conteúdo fornecido realmente ajuda o paciente, os mecanismos de busca o colocam nas primeiras colocações de ranqueamento. Ou seja, sua clínica aparecerá lá em cima quando uma pessoa buscar por serviços que você ofereça.

Quais as reais vantagens de aplicar essas estratégias?

É realmente muito vantajoso se aplicar o Marketing Digital para a área de saúde, pois essas estratégias modificarão radicalmente a sua forma de captar e de se relacionar com o seu paciente. Nesse sentido, listamos 3 ações que são muito eficazes.

1. Melhora do relacionamento com os pacientes por meio das redes sociais

Hoje, as redes sociais são imprescindíveis para se relacionar com os pacientes. Com a estratégia certa, sua clínica pode se aproximar do dia a dia de seu público-alvo, fornecendo dicas, informações e soluções para os problemas que ele enfrenta.

Criar grupos fechados para discussões de doenças específicas e realizar transmissões ao vivo para tirar dúvidas a respeito de novos tratamentos. Esses são exemplos de mecanismos que aumentam a confiabilidade e a autoridade de sua clínica frente aos pacientes.

2. Segmentação das campanhas para o público-alvo desejado

Por meio do Marketing Digital, é possível segmentar o seu público-alvo. Dessa forma, você pode produzir conteúdo direcionado para diferentes tipos de personas, como:

  • mulheres entre 30 e 45 anos interessadas em cirurgia plástica que residem na cidade de Presidente Prudente;
  • adultos do sexo masculino entre 40 e 60 anos que precisam de implantes dentários;
  • mulheres na menopausa, advindas de classe média alta, que querem recuperar a elasticidade da face por meio de tratamentos dermatológicos.

Assim, sua clínica vai investir tempo e dinheiro direcionados para quem realmente pode se interessar pelos serviços e tratamentos de seu consultório e que tem condições financeiras adequadas para arcar com as despesas dos procedimentos.

3. Aumento da captação de pacientes

Quando o seu consultório ou clínica aparece bem posicionado nos mecanismos de busca, a quantidade de pessoas que passam a conhecer seus serviços de saúde e produtos aumenta consideravelmente.

Com as estratégias do Marketing Digital para a área de saúde, sua clínica pode construir estratégias muito específicas para atingir suas metas de vendas.

Está pronto para investir nesse ramo e aumentar sua captação de pacientes? Ainda ficou alguma dúvida? Então deixe seu comentário!

 

Empreendedor, publicitário, empresário, CEO e sócio-fundador da Agência GIP.

Diretor do departamento de web e marketing digital.

Especialista Nanodegree em Marketing Digital pela Udacity Universidade do Vale do Silício.

MBA em gestão e mercado para consultórios e clínicas pelo Grupo Caproni.

Graduado em Comunicação Social com ênfase em Publicidade e Propaganda e pós-graduado em Comunicação Empresarial e Marketing.

100% família, fã de realities empresariais, alfenense de coração, pai do Thomás e karateca faixa verde.

Empreender é se jogar de um precipício e construir um avião durante a queda.

Marketing para dentistas: veja como fazer de acordo com o código de ética

A divulgação é essencial para o sucesso de qualquer negócio, já que todas as áreas do mercado precisam mostrar seus produtos e serviços para aumentarem seus faturamentos. Contudo, o marketing para dentistas é um pouco diferente da maioria, afinal, ele precisa seguir as normas e diretrizes que compõem o Código de Ética Odontológica.

Essas regras servem para evitar que a atividade sofra com a concorrência desleal e para preservar os clientes. O Código de Ética Odontológica conta, inclusive, com um capítulo destinado à publicidade (Art. 32 ao Art.36) e condena certas práticas que poderiam ser normais para outros setores.

Logo, é importante conhecer algumas ações que são vetadas para evitar ter problemas com o Conselho Regional do seu estado e ter a reputação manchada. Por isso, neste post apresentamos algumas dicas de marketing para dentistas que estão dentro dos padrões éticos e são muito eficazes. Confira!

Mostre, exclusivamente, os resultados

Alguns casos são tão desafiadores e gratificantes que dá vontade de mostrar como foi o antes e o depois do cliente. Contudo, essa estratégia deve ser descartada.

Isso está especificado como propaganda do tipo enganosa e abusiva, levando a uma falsa impressão dos serviços. Além disso, não se deve divulgar a profissão como uma forma de comércio, já que isso desvaloriza toda a classe.

Pratique somente a solidariedade

Muitos profissionais fazem parte de mutirões ou programas de assistência social, mas, se sua intenção é ganhar divulgação ou algum favor com isso, você pode ser notificado pelo Conselho Regional e sofrer as consequências.

Assim, a boa vontade e o exemplo de auxílio ao próximo serão ótimas formas de marketing, já que as pessoas podem indicar sua clínica ou consultório por confiarem no seu caráter e na sua competência.

Anuncie apenas os serviços

Acima de tudo, o profissional de odontologia deve prezar pela valorização do seu trabalho. Logo, é preciso saber que divulgar preços é uma prática que mercantiliza a profissão, além de ser considerada uma ação desleal.

Sendo assim, evite anunciar valores, modalidades de pagamento ou serviço gratuitos. Isso visa garantir a todos que exercem essa atividade o poder de preservar a integridade pessoal.

Divulgue unicamente técnicas eficazes

Seus métodos podem ser muito novos para o mercado e, mesmo se forem permitidos em outros países, eles precisam estar regulamentados no Brasil.

Por isso, cuidado ao anunciar práticas, áreas de atuação ou terapias que ainda não são cientificamente comprovadas. O mesmo vale para equipamentos ou instalações físicas que ainda não foram registrados pelos órgãos competentes.

Essas restrições servem para manter a divulgação da odontologia com o caráter que merece e a concorrência leal. Apesar disso, o marketing para dentistas dispõe de muitos artifícios para aumentar a exposição e conquistar mais clientes. Por isso, planeje suas ações com cautela, sempre prestando atenção ao Código de Ética Odontológica. Isso garantirá que sua reputação não seja manchada e sua clínica ou consultório transmita sempre uma boa imagem.

Dentista, que tal lotar sua agenda com estratégias já comprovadas, eficazes e que oferecem resultados expressivos? Baixe agora mesmo nosso Manual de Marketing Digital e aprenda, definitivamente primeiros passos para levar seu negócio a outro nível. Clique aqui!

Empreendedor, publicitário, empresário, CEO e sócio-fundador da Agência GIP.

Diretor do departamento de web e marketing digital.

Especialista Nanodegree em Marketing Digital pela Udacity Universidade do Vale do Silício.

MBA em gestão e mercado para consultórios e clínicas pelo Grupo Caproni.

Graduado em Comunicação Social com ênfase em Publicidade e Propaganda e pós-graduado em Comunicação Empresarial e Marketing.

100% família, fã de realities empresariais, alfenense de coração, pai do Thomás e karateca faixa verde.

Empreender é se jogar de um precipício e construir um avião durante a queda.

Marketing digital para médicos: como começar uma estratégia online

O marketing digital para médicos pode ser um grande diferencial na captação de novos clientes. Além disso, ele também ajuda a estabelecer um diálogo com o público em geral e, assim, aumentar a sua reputação no mercado.

Porém, como começar uma estratégia online? Quais são as práticas mais adequadas a esse setor? Qual é a melhor maneira de criar visibilidade online? Preparamos este post para sanar essas e outras dúvidas. Leia-o até o fim e aproveite as dicas ao longo do texto para desenvolver sua trajetória!

A importância do marketing digital para médicos

Depender apenas do boca a boca ou do networking para conseguir aumentar a clientela é algo bastante arriscado. Em longo prazo, isso pode atrapalhar o desempenho de sua clínica ou consultório e comprometer suas conquistas profissionais.

Por mais que seu número de consultas mensais seja satisfatório, será que não valeria a pena aumentá-lo? Aliás, por que não se aproximar de seus clientes e fortalecer a autoridade de seu nome em sua área de especialidade?

Seja por uma boa gestão de redes sociais, seja por um site bem construído, o marketing digital contribui muito para divulgar seu trabalho nos meios digitais. Afinal, é pela tela de um computador ou de um smartphone que as pessoas buscam informações, contatos e indicações.

As limitações do marketing médico

A saúde não é um produto qualquer e não pode ser vendida como tal. Por conta disso, é imprescindível ter total atenção às limitações do marketing médico a fim de não cometer erros e gerar efeitos negativos.

Você não pode, por exemplo, anunciar uma especialidade de que não dispõe, tampouco postar fotos dos clientes. Também é preciso ter cuidado com a propaganda enganosa. Apesar de amplo, esse conceito pode ser bastante prejudicial para médicos, pois está bastante atrelado à ética.

Aliás, é fundamental ser ético em toda e qualquer ação nesse sentido. É preciso ter responsabilidade com as informações divulgadas, não se vender como “o melhor” e ficar longe do sensacionalismo. O CFM (Conselho Federal de Medicina) disponibiliza, em seu site, a resolução que contém todas as normas sobre marketing e publicidade médica.

Os primeiros passos para começar uma estratégia online

Antes de tudo, defina um ou mais objetivos para a sua estratégia. Alguns exemplos disso são:

  • fidelizar a clientela atual;
  • atrair mais clientes;
  • educar a sociedade sobre algo específico e conquistar reconhecimento;
  • posicionar-se com autoridade em relação a uma área da saúde e/ou especialidade médica.

Feito isso, é necessário escolher quais estratégias serão utilizadas. São alternativas que podem ou não se complementar, dependendo de suas metas: gravação de vídeos, Inbound Marketing, produção de conteúdo para um blog, e-mail marketing, posts no Instagram, entre outras.

foguete vetor

Por fim, é preciso acompanhar os resultados obtidos e definir métricas para saber o que está dando certo e o que pode melhorar. Sendo assim, pode ser interessante buscar parceiros capacitados para analisar esses aspectos e levar sua estratégia aos resultados esperados.

O marketing digital para médicos é uma poderosa ferramenta. Tomando os devidos cuidados, ela pode fazer uma grande diferença no desempenho de seu consultório ou clínica.

Que tal lotar sua agenda com estratégias já comprovadas, eficazes e que oferecem resultados expressivos? Baixe agora mesmo nosso Manual de Marketing Digital e aprenda, definitivamente primeiros passos para levar seu negócio a outro nível. Clique aqui!

Empreendedor, publicitário, empresário, CEO e sócio-fundador da Agência GIP.

Diretor do departamento de web e marketing digital.

Especialista Nanodegree em Marketing Digital pela Udacity Universidade do Vale do Silício.

MBA em gestão e mercado para consultórios e clínicas pelo Grupo Caproni.

Graduado em Comunicação Social com ênfase em Publicidade e Propaganda e pós-graduado em Comunicação Empresarial e Marketing.

100% família, fã de realities empresariais, alfenense de coração, pai do Thomás e karateca faixa verde.

Empreender é se jogar de um precipício e construir um avião durante a queda.

Por que contratar uma agência para fazer a gestão de redes sociais?

A gestão de redes sociais é, muitas vezes, subestimada, no entanto, é muito relevante para o sucesso de qualquer atividade com marketing digital. Ao criar uma presença forte nessas plataformas, pode-se construir uma autoridade da marca, gerando credibilidade para seu consultório ou clínica. Com isso, é possível atrair potenciais clientes e fidelizar quem já se consulta com você ou com sua equipe.

Além disso, seu site pode receber tráfego qualificado, devido ao relacionamento criado com a sua marca. Ademais, as redes sociais podem ser ótimos canais de contato com os clientes, para a resolução de dúvidas e muitos outros serviços.

Contudo, é preciso ter tempo e experiência para gerir essas ferramentas, e isso deve ser feito por profissionais qualificados. Por essa razão, a seguir, destacamos alguns motivos para contar com o trabalho de uma agência especializada em gestão de redes sociais. Boa leitura!

Economia de tempo

Você e os demais colaboradores podem ter o tempo necessário para realizar as tarefas pertinentes à sua área, passar um período maior com a família ou vivenciar momentos de lazer, por exemplo.

Para executar campanhas nas redes sociais que gerem resultados, é preciso monitorar as publicações, os anúncios, os comentários, as mensagens diretas e os números de performance. Isso, certamente, sobrecarregará qualquer administrador que ainda precise atender os clientes e cuidar da gestão.

Melhor custo-benefício

Realizar esse trabalho também requer gastos com pessoal, equipamentos, softwares etc. — elementos de que uma agência já dispõe, afinal, tem sua estrutura toda voltada para esse e outros serviços de marketing digital.

O custo com a contratação de um plano de gerenciamento será muito mais vantajoso, pois são cortados gastos desnecessários e que não são parte vital para o funcionamento da sua clínica.

Múltiplas plataformas

Uma equipe especializada pode gerenciar diversas redes sociais interessantes para seu negócio — outro fator influenciado pelo tempo. Isso é importante para que sua marca esteja presente em diversos locais, não somente no site e no Facebook.

Outras redes, como Instagram, Twitter e LinkedIn, são ótimos instrumentos para a conversão de clientes, além de expandirem o seu relacionamento para todos os locais onde seu público está, divulgando serviços e conteúdos relevantes e aumentando a oportunidade de faturamento.

Trabalho especializado

Ter conhecimento na área é um dos fatores mais importantes para que a gestão de redes sociais seja eficaz. Assim como você e sua equipe estudaram para realizar diagnósticos e tratamentos, os profissionais de marketing também se capacitaram para analisar, planejar e executar campanhas nas redes sociais.

Uma agência ainda detém um departamento exclusivo para esse trabalho, que se mantém atualizado nas melhores tendências e garante dedicação exclusiva e ativa sobre o seu investimento. Tentar desempenhar essa função sozinho ou com um pessoal de pouca experiência pode ser um “tiro no pé” e gerar desperdício de dinheiro com ações ineficazes.

A gestão de redes sociais deve ser um serviço encarado com seriedade e atenção, já que envolve diversas atividades e pode ser responsável por um grande retorno para a sua clínica ou para o seu consultório. Afinal, essas plataformas são meios para gerar interação e relacionamento com os clientes, e esse é o objetivo maior do marketing digital.

Se você entendeu a importância da contratação desse trabalho e deseja implementá-lo no seu estabelecimento, entre em contato conosco e conheça nossas soluções! Vamos lá!

Empreendedor, publicitário, empresário, CEO e sócio-fundador da Agência GIP.

Diretor do departamento de web e marketing digital.

Especialista Nanodegree em Marketing Digital pela Udacity Universidade do Vale do Silício.

MBA em gestão e mercado para consultórios e clínicas pelo Grupo Caproni.

Graduado em Comunicação Social com ênfase em Publicidade e Propaganda e pós-graduado em Comunicação Empresarial e Marketing.

100% família, fã de realities empresariais, alfenense de coração, pai do Thomás e karateca faixa verde.

Empreender é se jogar de um precipício e construir um avião durante a queda.

O que são leads e como atraí-los para seu consultório?

O marketing digital é um recurso de que todos os negócios podem tirar proveito — e isso se aplica também aos consultórios. Para atrair clientes com essa estratégia, é necessário saber alguns conceitos básicos, como o que são leads e de que forma atraí-los.

Essa concepção, assim como a persona, mudou a forma como empresários e profissionais enxergam os clientes. Agora, é possível compreender os comportamentos dos consumidores e saber as melhores maneiras de conquistá-los.

Veremos, a seguir, o que é essa definição e como pode ajudar o seu negócio!

O que são leads e qual a importância deles?

Eles significam potenciais clientes que demonstraram interesse em um produto ou serviço.

Contudo, para ser considerado lead, o usuário precisa tomar uma ação que o leve a deixar alguma informação de contato, como baixar um e-book, preencher um formulário ou solicitar um orçamento.

Desse modo, é possível nutri-lo com materiais até que ele decida pelo seu consultório. A intenção é conduzi-lo no funil de vendas para que ele se torne, de fato, um cliente.

Atrair e gerenciar leads é muito importante para o sucesso de qualquer negócio. Para um consultório, é a diferença entre esperar as pessoas tomarem uma atitude e trazê-las ao negócio.

Quais as principais formas de atrair os leads?

Em todo conteúdo divulgado pelo consultório, deve haver um “call to action” ou chamada para ação — uma frase para incentivar o cadastro de informações por meio de uma recompensa, como baixar um material ou ganhar um benefício.

Alguns formatos encaixam melhor em diferentes estágios do funil de vendas, mas, para atrair leads, é preciso fazer alguns outros esforços.

Crie uma persona

Esse é um perfil semifictício para personificar o cliente ideal e é mais específico e evidente que a ideia de público-alvo. A persona deve ter nome, profissão, hobbies, necessidades e desejos, entre outros dados relevantes para seu negócio. Assim, é possível ter uma noção clara de com quem você está falando.

Além disso, ela pode ser formada por meio de entrevistas com clientes, questionários, pesquisas de mercado etc.

Ofereça conteúdos relevantes

Com a persona definida, você saberá os canais de comunicação mais indicados para falar com ela e quais os assuntos que têm valor para atrair seu interesse.

Para o topo do funil, podem ser produzidas postagens no blog e nas redes sociais, em tamanhos reduzidos. Já para o meio e o fundo, são necessários materiais mais detalhados, como:

  • e-books (livros virtuais com conteúdo aprofundado);
  • whitepapers (documentos mais técnicos, com conceitos e soluções de um problema);
  • webinars (palestras on-line com perguntas e respostas respondidas ao vivo).

Lembre-se de que esses conteúdos devem ter valor real para a persona e despertar o interesse por mais conhecimento. Assim, você se torna uma fonte de referência na área e isso gerará credibilidade, que será revertida em muitos leads.

Seja encontrado nas buscas

Invista em estratégias de SEO (Search Engine Optimization), ou, em português, otimização para motores de busca. Elas são técnicas para melhorar a posição do seu site nos buscadores, como o Google.

Esse ranking de pesquisa é muito importante para gerar leads, pois seu conteúdo deve estar acessível para ser encontrado. Afinal, poucas pessoas vão além da primeira página dos resultados.

O SEO envolve melhoramentos na estrutura do site, uso de palavras-chave, backlinks e muitos outros aspectos que são levados em conta pelos buscadores.

Faça landing pages

Para conseguir os contatos por meio da oferta de conteúdos exclusivos, benefícios ou outras propostas, essa é uma estratégia que será muito útil.

As pessoas podem chegar às landing pages por diferentes canais, como redes sociais, buscas ou CTAs. Elas contêm a oferta prometida, que pode ser obtida por meio da inserção de alguns dados pessoais, como nome e e-mail. Cada cadastro significa um lead, ou seja, uma oportunidade de negócio.

Gestores e donos de consultórios ou clínicas podem aumentar bastante a sua base de clientes, sabendo o que são leads e como atraí-los com eficiência. Além disso, é preciso conhecer alguns outros conceitos que complementam esse trabalho, então, continue se informando sobre as noções e os benefícios do marketing digital.

Agora que você sabe o que é lead, conheça o Inbound Marketing e consiga mais clientes com ele! Vamos lá!

Empreendedor, publicitário, empresário, CEO e sócio-fundador da Agência GIP.

Diretor do departamento de web e marketing digital.

Especialista Nanodegree em Marketing Digital pela Udacity Universidade do Vale do Silício.

MBA em gestão e mercado para consultórios e clínicas pelo Grupo Caproni.

Graduado em Comunicação Social com ênfase em Publicidade e Propaganda e pós-graduado em Comunicação Empresarial e Marketing.

100% família, fã de realities empresariais, alfenense de coração, pai do Thomás e karateca faixa verde.

Empreender é se jogar de um precipício e construir um avião durante a queda.

Funil de Vendas na área da saúde: o que é e como ele pode te ajudar

O funil de vendas é uma ideia que visa especificar as ações de marketing digital de acordo com a etapa em que as pessoas estão na jornada de compra, seja de um produto ou serviço.

Esse conceito tem o objetivo de definir qual o melhor tipo de mensagem e conteúdo que deve ser entregue aos diferentes públicos. Isso funciona como um tratamento, no qual cada pessoa recebe o medicamento e a dosagem correspondente ao seu grau de enfermidade.

Logo, o funil de vendas age de forma parecida: quando uma pessoa pesquisa sobre um assunto na internet, ela vai conhecendo o tema e os seus serviços aos poucos. Conforme for aprendendo, mais profundo será o entendimento e mais decidida ela fica em relação a uma compra.

Veremos quais são as etapas e como funciona o funil de vendas na área da saúde.

O topo

Essa é a fase de descoberta, quando uma pessoa está com um problema, ou nem sabe ainda que tem, e procura na internet sobre um assunto.

Então, por meio das palavras-chave inseridas nos conteúdos, o público pode acessar seu site e ter um primeiro contato com sua clínica, em alguns casos, já marcando uma consulta.

Nessa etapa, que apresenta 80% da produção de conteúdo dentro do funil, não é indicado mencionar a marca do produto ou serviço, pois isso pode configurar como uma propaganda e fazer com que o leitor desista de ler. O ideal é que os conteúdos despertem a curiosidade e façam com que o leitor avance para as próximas etapas.

Por exemplo, falar sobre uma determinada enfermidade, explicando causas, sintomas e tratamentos, mas sem mostrar que sua companhia pode solucionar o problema dessa pessoa.

Alguns formatos de conteúdo são mais eficazes em cada etapa, na superfície são mais usados os posts no blog e nas redes sociais, infográficos e vídeos curtos. Contudo, isso pode depender da persona e de onde será publicado.

O meio

É também conhecido como fase de consideração, uma vez que a pessoa já sabe qual sua necessidade e procura uma solução que a atenda melhor. Se antes ela entendeu o que está sentindo, agora deseja saber sobre os tratamentos e como são feitos.

Eles devem ser um pouco mais aprofundados, porém, ainda não é uma boa hora para falar diretamente sobre sua clínica ou consultório. Seja verdadeiro com o público, explique todos os métodos existentes no mercado, mesmo que você não os ofereça.

Podem ser usados alguns formatos, como: postagens avançadas – com uma maior quantidade de palavras – e-books, seminários pela web, entre outros.

O fundo

Esse é o momento da decisão, a parte final do funil, em que a pessoa já escolheu como solucionar o problema. Agora, ela precisa de conteúdos que mostrem que sua clínica ou consultório é a mais indicada para ela. Você falará abertamente sobre as soluções que oferece e porque elas são melhores que as da concorrência.

Na hora de se diferenciar, é preciso ficar atento aos limites impostos pelos Conselhos, eles restringem algumas práticas, a depender da área. Como anunciar uma garantia de cura ou a sugestão de que certos aparelhos são certezas de recuperação.

Os formatos que servem melhor ao fundo do funil são aqueles que detalham o tema e convidam o usuário a entrar em contato com você ou sua equipe. Podem ser usados e-books e vídeos avançados, materiais sobre você e/ou seus colaboradores, páginas de captura, chamadas landing pages, que destacam diferenciais competitivos, entre outros.

Os conteúdos devem ter tudo o que for relevante para a persona e mostrar que você e/ou sua equipe realmente entendem do assunto. Fazendo-a dar o próximo passo e entrar em contato ou marcar uma consulta.

O funil de vendas é um conceito que ajuda bastante na hora de segmentar a comunicação. Afinal, os possíveis clientes estão em diversos estágios de conhecimento sobre a sua área de atuação e devem ser tratados de formas diferentes. Isso vai acelerar a atração e a manutenção da sua base de clientes.

Agora que você aprendeu um pouco deste assunto, que tal conhecer tudo sobre marketing digital para consultórios e clínicas em nosso manual exclusivo? Baixe aqui!

Empreendedor, publicitário, empresário, CEO e sócio-fundador da Agência GIP.

Diretor do departamento de web e marketing digital.

Especialista Nanodegree em Marketing Digital pela Udacity Universidade do Vale do Silício.

MBA em gestão e mercado para consultórios e clínicas pelo Grupo Caproni.

Graduado em Comunicação Social com ênfase em Publicidade e Propaganda e pós-graduado em Comunicação Empresarial e Marketing.

100% família, fã de realities empresariais, alfenense de coração, pai do Thomás e karateca faixa verde.

Empreender é se jogar de um precipício e construir um avião durante a queda.

Marketing digital: a importância de um site com um alto desempenho

Para ser encontrado nos buscadores como o Google e captar novos clientes, é preciso entender a importância de um site. Vários fatores influenciam na posição do ranking de pesquisas, como a velocidade de carregamento, o trabalho de SEO (otimização para mecanismos de busca) e a construção da arquitetura.

O site é a principal ferramenta para o marketing digital, se ele não for encontrado ou apresentar erros, pode fazer com que a clínica ou consultório perca clientes. Por isso, é necessário atenção redobrada na hora de construir e manter as suas páginas.

Neste texto, vamos explicar porque o desempenho do site é importante para o desenvolvimento da sua marca. Confira!

Qual a importância de um site com boa performance?

O funcionamento influencia diretamente na experiência do usuário. Se o site demora para carregar, por exemplo, as pessoas podem desistir de esperar e partir para o próximo, algo que acontece com frequência.

Outro motivo importante, é ser encontrado pelos mecanismos de busca. Só o Google possui cerca de 200 itens para classificar os sites e muitos deles têm a ver com a estrutura e o trabalho de otimização de palavras-chave.

Por isso, seu site deve ser rápido, ter uma arquitetura enxuta e alinhada ao perfil do público-alvo, possuir palavras-chave, ser responsivo, ter boa usabilidade, entre outras coisas. Isso será o básico para começar a almejar as primeiras colocações nos resultados das pesquisas.

Além disso, seu site deve sempre responder as perguntas básicas do usuário: quem é você, que oferece e onde fica/contatos.


[EBOOK] Links Patrocinados

Quais os benefícios da eficiência?

Quando tudo estiver em ordem e sua clínica começar a subir no ranking dos buscadores, você poderá perceber um aumento no fluxo de acessos e, consequentemente, no contato de possíveis clientes.

Com o crescimento no número de pessoas entrando em contato com o seu negócio, será muito mais fácil atraí-los, fidelizá-los e realmente aumentar a sua base de atendimento. Ainda, eles se tornam mais satisfeitos por acessar um site rápido, com aparência agradável, informações legíveis e que pode ser visto em qualquer dispositivo.

Além disso, os custos com a manutenção se tornam menores. Uma vez otimizado, não é necessário recorrer a grandes servidores, reparos no código ou outras alterações.

Como medir o desempenho?

Existem muitas ferramentas que podem auxiliar nessa tarefa. Contudo, é preciso ter em mente que, um trabalho profissional será necessário. Já que se trata de uma peça-chave da sua estratégia, um especialista deve analisar e corrigir tudo o que tenha de errado, com conhecimento avançado e experiência para não deixar nada para trás.

Para verificar a eficiência do seu site, é possível usar diversos serviços, como Google Pagespeed InsightsGTmetrixPingdom e o LoadTimeTester. Eles mostram informações sobre o funcionamento das páginas, velocidade, tecnologias que podem ser usadas, dicas de SEO e outros melhoramentos a serem feitos.

O mais interessante é testar as suas páginas, se possível, com a ajuda deste especialista, para que ele possa traduzir os dados e encontrar maneiras para aumentar o desempenho do site.

O gestor de uma clínica ou consultório que negligenciar a importância de um site, pode colocar a perder toda a estratégia de marketing, uma vez que, ele é um dos principais caminhos para a conversão. Por isso, se falta tempo ou experiência, é melhor não correr riscos e pedir orientação profissional.

Se você achou este post interessante, siga-nos nas nossas redes sociais, estamos no Facebook e no Instagram. Nos vemos lá!

Empreendedor, publicitário, empresário, CEO e sócio-fundador da Agência GIP.

Diretor do departamento de web e marketing digital.

Especialista Nanodegree em Marketing Digital pela Udacity Universidade do Vale do Silício.

MBA em gestão e mercado para consultórios e clínicas pelo Grupo Caproni.

Graduado em Comunicação Social com ênfase em Publicidade e Propaganda e pós-graduado em Comunicação Empresarial e Marketing.

100% família, fã de realities empresariais, alfenense de coração, pai do Thomás e karateca faixa verde.

Empreender é se jogar de um precipício e construir um avião durante a queda.

Inbound Marketing: o que é e como conseguir mais pacientes com ele

Divulgação é a palavra-chave para tornar qualquer negócio conhecido, levando os produtos e serviços até o público que precisa deles. Porém, existe uma nova maneira de aproximar as pessoas de uma marca e ela segue o caminho inverso, ou seja, fazendo com que elas se interessem pelo que você tem. Isso é o Inbound Marketing.

Essa estratégia de marketing digital é um sonho para muitos empreendedores e, do ponto de vista da área da saúde, é extremamente importante. Em saúde, existem diversas normas que determinam a forma como as clínicas e os consultórios médicos podem divulgar seus serviços para o público.

Por esse motivo, preparamos este artigo que apresenta o que é Inbound Marketing e mostra como conseguir mais clientes para seu consultório ou clínica com ele. Confira!

O que é Inbound Marketing?

Trata-se de uma estratégia de marketing digital que valoriza o relacionamento entre sua marca e os potenciais clientes de forma progressiva. Seu objetivo é criar valor para o seu negócio e fazer com que o público vá atrás daquilo que ele tem a oferecer. Ele faz isso por meio da geração, divulgação e acompanhamento de conteúdos diferenciados e de qualidade.

Como médico, você sabe a importância que é educar as pessoas que vão ao seu consultório ou clínica médica. Muitas chegam lá munidas com informações da internet, encontradas em buscadores como o Google. Portanto, imagine como o seu conhecimento pode contribuir com a qualidade das informações que elas consomem!

Como implementar essa estratégia?

O Inbound Marketing é implementado por meio de quatro etapas. A primeira delas é atrair as pessoas que se interessam pelos seus serviços como médico. Para isso, você precisa definir quem é o seu público e criar uma persona — representação do seu cliente ideal para a qual será destinada toda a produção de conteúdo.

A criação e troca de informações possibilitará alcançar seus clientes, conhecê-los e descobrir seus desejos, necessidades, expectativas e problemas. Sendo assim, você deve definir uma jornada de compra, ou seja, um caminho para que essa persona chegue até sua clínica ou consultório médico.

Confira abaixo as quatro etapas da jornada:

  • aprendizado e descoberta: conteúdo cujo objetivo é despertar o interesse, como falar sobre a importância de cuidar da saúde;
  • reconhecimento do problema: a persona sabe que tem um problema e começa a pesquisar mais sobre ele e suas possíveis soluções. Ela pode ser diabética, por exemplo;
  • consideração da solução: ela já identificou algumas soluções para o problema, como por exemplo alguns médicos especialistas em sua doença. Você pode estar no meio deles, portanto, precisa oferecer conteúdos que tragam ela para sua clínica;
  • decisão: a persona já está avaliando com qual dos profissionais se consultará, portanto, é importante compartilhar com ela materiais ricos que auxiliam na tomada de decisão.

Por que o Inbound Marketing é importante?

Perceba que essa estratégia é baseada no compartilhamento de conteúdo. Dessa forma, você pode contribuir com a sociedade por meio do seu conhecimento, evitando a propagação de informações incorretas sobre doenças e tratamentos. Ao mesmo tempo, ela ajuda a desenvolver uma relação mais próxima com cada pessoa.

Agora que você sabe o que é Inbound Marketing, pode se organizar para adotar essa estratégia na sua clínica ou consultório médico. Essa é a forma mais orgânica para fazer com que o seu negócio cresça e atraia mais clientes.

Conte com o apoio técnico e especializado de uma agência de comunicação 100% focada em resultados para consultórios e clínicas. Entre em contato e conheça nossas soluções em marketing.

Empreendedor, publicitário, empresário, CEO e sócio-fundador da Agência GIP.

Diretor do departamento de web e marketing digital.

Especialista Nanodegree em Marketing Digital pela Udacity Universidade do Vale do Silício.

MBA em gestão e mercado para consultórios e clínicas pelo Grupo Caproni.

Graduado em Comunicação Social com ênfase em Publicidade e Propaganda e pós-graduado em Comunicação Empresarial e Marketing.

100% família, fã de realities empresariais, alfenense de coração, pai do Thomás e karateca faixa verde.

Empreender é se jogar de um precipício e construir um avião durante a queda.

A importância da pesquisa de satisfação para o seu consultório

Se seu consultório está passando por um período de falta de crescimento ou você percebe que certas questões poderiam ser melhoradas, uma boa opção é fazer uma pesquisa de satisfação de clientes.

Por meio de perguntas, será possível identificar os pontos críticos, além do que já está indo bem e pede reforço. Isso ajuda bastante no desenvolvimento de seu negócio e atrai mais pessoas, já que há uma melhora na qualidade dos serviços prestados.

Veremos, a seguir, qual a importância de se fazer essas perguntas aos clientes e obter a real noção da qualidade do atendimento. Acompanhe!

Por que fazer uma pesquisa de satisfação de clientes?

Com esse questionário, é possível identificar onde estão os gargalos que impedem o consultório de crescer. Ele mostrará as maiores insatisfações que estão ocorrendo e dará uma direção para se realizar melhorias e evoluir nos pontos positivos ou nas ideias de novos recursos que podem ser implementados.

Esse guia ajudará no desenvolvimento contínuo do espaço, da estrutura, dos equipamentos, dos funcionários, do atendimento etc. Isso colabora para fidelizar os clientes e faz o consultório progredir, pois, além de manter quem já é frequente, capta novas pessoas por meio de propagandas ou do boca a boca.

Como formular as questões?

Primeiramente, a pesquisa de satisfação não pode ser encarada como um SAC, que é o serviço de atendimento ao consumidor. O questionário deve abordar questões relacionadas ao funcionamento e ao grau de contentamento das pessoas nesses quesitos. É possível abordar temas como:

  • as condições físicas do espaço;
  • a tecnologia empregada nos equipamentos;
  • o tempo de espera;
  • o atendimento;
  • a consulta, entre muitos outros.

É interessante deixar um espaço para os clientes darem sugestões ou elogios. Para as respostas, podem ser usadas escalas de 3 avaliações (como ruim, bom e ótimo) ou com cinco opções (péssimo, ruim, neutro, bom, ótimo).

Ainda, é possível usar o NPS (Net Promoter Score), uma métrica que mede a satisfação e a fidelidade dos clientes. Trata-se, basicamente, de uma escala de 0 a 10, que mostra o quanto as pessoas recomendariam seu serviço, e mais uma pergunta aberta para que os participantes possam justificar a nota e dar uma opinião.

Assim, é possível avaliar cada caso separadamente. Para calculá-lo, após a pesquisa, basta classificar os clientes, a depender da nota, como detratores (0 a 6), por estarem insatisfeitos podem “falar mal” de seu consultório ou clínica, neutros  (7 a 8), estão satisfeitos, mas não foram “surpreendidos” ou “encantados” por seus serviços ou promotores (9 a 10), estes clientes realmente ficaram satisfeitos com o nível de serviços e qualidade e passam a fazer uma verdadeira “propaganda gratuita”, recomendando e até se orgulhando de serem clientes. Isso, mais as respostas, pode dar uma direção mais precisa na hora de tomar decisões.

Qual a melhor forma de apresentar a pesquisa?

Você consegue criar um formulário com o Google Forms facilmente: basta inserir as questões e o espaço das respostas para que elas sejam salvas ou enviadas para um e-mail. Esse questionário pode ser apresentado por meio de um tablet, deixado na recepção e respondido enquanto o cliente espera o atendimento.

Outra ideia é pesquisar a forma mais interessante de comunicação usada pelos usuários, como e-mail, redes sociais ou aplicativos de mensagens, e deixar a pessoa responder quando tiver mais tempo ou se sentir mais à vontade. Muitos não gostam de responder enquanto esperam ou estão com pressa.

A pesquisa de satisfação é a melhor maneira de saber como as pessoas estão se sentindo em relação ao seu consultório e o que deve ser feito para evitar a perda de público. Tal ferramenta funcionará como um guia, ditado por quem mais consegue indicar os pontos positivos e negativos de seu trabalho.

Se seu consultório já conta com o serviço de uma agência especializada em marketing, a pesquisa pode ser feita em conjunto. A equipe parceira mostrará recursos e ideias para aprimorar essa tarefa.

Gostou de saber mais sobre a pesquisa de satisfação de clientes? Então, leia também sobre a importância da interação com o público no Facebook!

Empreendedor, publicitário, empresário, CEO e sócio-fundador da Agência GIP.

Diretor do departamento de web e marketing digital.

Especialista Nanodegree em Marketing Digital pela Udacity Universidade do Vale do Silício.

MBA em gestão e mercado para consultórios e clínicas pelo Grupo Caproni.

Graduado em Comunicação Social com ênfase em Publicidade e Propaganda e pós-graduado em Comunicação Empresarial e Marketing.

100% família, fã de realities empresariais, alfenense de coração, pai do Thomás e karateca faixa verde.

Empreender é se jogar de um precipício e construir um avião durante a queda.

5 estratégias essenciais para fidelizar os pacientes da sua clínica

Manter os clientes atuais é muito mais barato que conseguir novos, por isso fidelizar pacientes deve ser um pensamento vigente no seu atendimento. Eles devem perceber o valor que a sua clínica tem em comparação à concorrência. 

Para os manter frequentadores fiéis, é preciso investir em qualidade e relacionamento, afinal, se eles tiverem uma boa impressão, certamente voltarão sabendo que o tratamento será o mesmo.

Veremos agora 5 dicas para que os clientes continuem frequentando a sua clínica e não sejam pegos pela concorrência. 

1. Proporcione um bom ambiente na clínica

Para fidelizar pacientes, eles precisam estar em um local agradável, por isso deixe tudo sempre limpo e organizado. Você pode usar do marketing sensorial para desenvolver uma experiência prazerosa, seja na visão, olfato, audição, tato e até no paladar.

Além disso, todo o atendimento e as relações com os funcionários devem ser bem agradáveis, para deixar o cliente confortável e seguro de que será bem recebido. Por isso, invista no treinamento dos colaboradores e estabeleça padrões de conduta.

2. Ofereça um atendimento multicanal 

O tempo de ter apenas um telefone e e-mail já passou. Agora as pessoas querem e devem entrar em contato de diversas maneiras com a clínica, com o uso de mensagens instantâneas e redes sociais. 

O importante é saber quais meios são possíveis de serem implementados e deixar essas vias sempre disponíveis para o atendimento. Isso é necessário, pois aproxima sua clínica dos clientes e mostra que vocês estão sempre disponíveis para falar com eles.

3. Tenha um relacionamento com os seus pacientes

O atendimento e o tratamento não devem ser os únicos contatos da sua clínica com os pacientes. Então invista em uma comunicação no ambiente virtual, com posts em redes sociais, envio de newsletter, ou seja, informativos por e-mail e conteúdos publicados em um blog.

Seu negócio deve conversar e participar do ambiente social das pessoas. Isso, além de fazer ele ser lembrado e querido, ainda chama outros consumidores por meio da rede de contatos deles. Os posts de blog também são necessários porque dão autoridade e respeito na área.

4. Use ferramentas para melhorar a gestão dos dados

Ninguém gosta de ficar esperando ou, quando for atendido, ter que passar alguns minutos fornecendo informações todas as vezes. Por isso, invista em um sistema que otimize o atendimento para diminuir o tempo de espera e para deixar os clientes mais à vontade. 

Existem diversos softwares de gestão, alguns mais específicos para o ramo de saúde e estética, que podem ser implementados. Com os clientes fiéis, esse tempo de atendimento deve ser ainda mais rápido e agradável.

5. Invista em formação e tecnologia

Na área de saúde e bem-estar, ter recursos tecnológicos disponíveis faz toda a diferença. Afinal, isso mostra que sua clínica dispõe dos tratamentos mais avançados e gera o valor adequado para fidelizar quem é atendido. 

Então sempre é um bom investimento adquirir equipamentos e treinar os funcionários para saber lidar com eles. Mesmo que sejam apenas formas mais atualizadas de realizar certas operações. Não deixe que sua clínica fique muito defasada em relação à concorrência. 

Para fidelizar pacientes é preciso que várias ações sejam implementadas — e elas valerão cada centavo. Esteja sempre disposto a se dedicar a cada pessoa que é atendida, tratando-a da melhor forma e proporcionando uma experiência única. Caso tenha alguma dificuldade nessa parte, procure auxílio de uma agência especializada: eles podem agilizar esse processo e garantir que tudo ocorra com confiança.

Se este artigo foi útil, assine nossa newsletter e tenha sempre conteúdos como este direto no seu e-mail.

Empreendedor, publicitário, empresário, CEO e sócio-fundador da Agência GIP.

Diretor do departamento de web e marketing digital.

Especialista Nanodegree em Marketing Digital pela Udacity Universidade do Vale do Silício.

MBA em gestão e mercado para consultórios e clínicas pelo Grupo Caproni.

Graduado em Comunicação Social com ênfase em Publicidade e Propaganda e pós-graduado em Comunicação Empresarial e Marketing.

100% família, fã de realities empresariais, alfenense de coração, pai do Thomás e karateca faixa verde.

Empreender é se jogar de um precipício e construir um avião durante a queda.