Sua clínica de estética pode estar com os dias contados…

Chega a ser repetitivo, mas precisamos falar que o consumidor mudou — e muito — nesses últimos anos. Não falo apenas do digital e da cultura mais participativa e inteligência coletiva defendida por Jenkins — onde, agora, o consumidor pode reclamar quando fica insatisfeito e elogiar quando surpreendido, compartilhando experiências e exigindo mudanças —, mas também da ascensão da mulher no mercado de trabalho, que mudou a forma que o sexo feminino consome.

Essa mudança, inclusive, é visível ao observamos um “boom” na presença digital de clínicas de estética ou que promovem outros serviços pensados nessa persona. O que nos leva a questionar:

Quanto isso poderá afetar cada player desse nicho? E como uma clínica de estética poderá se manter bem posicionada?

Pensando nisso, decidimos analisar o cenário, tendências e o que pode ser feito para não ficar para trás. Descubra e veja como anda a comunicação da sua marca.

Como está o cenário atual?

Hoje, mais do que nunca, o mercado digital de estética conta com uma enorme concorrência. Sites de compra coletiva, inovação em procedimentos e descontos e promoções são algumas das artimanhas usadas pela maioria para conquistar novos clientes, o que acaba tornando tudo no famoso “mais do mesmo”, vencendo principalmente no preço e ignorando a importância de se criar valor para o negócio. Mas vamos aos números:

Primeiramente, é válido considerar que 93% dos processos de compra, de modo geral, começam com uma busca online em ferramentas como o Google

Agora analisando o nicho da estética. Mensalmente há, em média, 40 mil buscas para o termo “spa”. Enquanto para “clínica de estética” há algo em torno de 20 mil. Isso sem contar as variações e termos relacionados. Para o termo “limpeza de pele”, por exemplo, existem cerca de 74 mil buscas por mês.

Mas o que esses dados nos mostram? Ao ver esses dados, fica bem claro que não só a concorrência tem crescido, mas também a procura por serviços de estética e a necessidade de se diferenciar no meio das milhares de ofertas presentes nos canais digitais. Para isso, vamos analisar as tendências de consumo que influenciam na busca por esse serviço e que te ajudam a criar valor para sua clínica.

Tendências do mercado de estética

O que a sua persona quer? E o que ela espera de você? Quais os valores importantes para ela? São essas perguntas que podem te ajudar a não ser apenas mais um no meio digital. E elas não devem seguir apenas no “achismo”. É possível pontuar essas necessidades quando analisamos alguns fatores relacionados a nossa persona como, por exemplo, nas tendências de consumo.

Conheça algumas do mercado de estética:

O Empoderamento Feminino

Nessa tendência, podemos notar uma mudança social. Ela influencia diretamente no comportamento de consumo da principal persona do mercado de estética: as mulheres.

Em um estudo feito pela 65/10, intitulado “A Revolução Delas”, que fala sobre os novos comportamentos das mulheres brasileiras podemos notar que não só a ascensão social da nova classe média foi puxada pelo público feminino, como também podemos afirmar que “Educadas e independentes financeiramente, as mulheres se empoderaram para quebrar novas barreiras: sua relação com o corpo, com consumo de moda, com a cidade em que vivem e com o dinheiro que suaram para ganhar está mudando”.

Logo, é preciso que as clínicas de estética tenham uma sensibilidade maior, demonstrando maior empatia e estimulando a união entre as mulheres e o empoderamento de cada uma, quebrando tabus e promovendo o orgulho e aceitação do próprio corpo, dando suporte a essa nova relação que a mulher tem com o corpo que resolveu assumir.

Genderless

Seguindo um pouco ainda nas mudanças sociais, nessa tendência notamos que a igualdade de gênero e não diferenciação de sexos tem ganhado espaço. Principalmente com as novas gerações.

Oferecer um serviço estético tanto para mulheres quanto para homens. Ou então buscar se posicionar como uma clínica sem distinção de gênero pode representar uma inovação no mercado. Nesse caso, a oportunidade está em você fortalecer mais ainda o posicionamento da sua clínica. Podendo virar líder dentro de um “nicho do nicho”.

Influenciadoras digitais, o novo marketing boca a boca

Essa tendência nada mais é do que uma evolução do famoso marketing boca a boca que, inclusive, conta com diversas estatísticas que comprovam sua eficácia. Dentre elas, a de que 77% dos consumidores se sentem impulsionados a comprar um novo produto quando os descobrem através da recomendação boca a boca. Atualmente, essa recomendação ou testemunho ocorre por meio de postagens patrocinadas em perfis dos chamados influencers.

Contando com diversos seguidores, essas pessoas contam sua experiência com alguma marca ou apresentam algum diferencial do produto/serviço para vendê-lo ao seu público. No mercado da estética é bem comum, por exemplo, oferecer serviços estéticos para influenciadoras. Elas registram como foi o procedimento e os resultados, o que acaba convencendo muitas de suas seguidoras. Essas seguidoras, então, buscam o mesmo serviço, na mesma clínica.

Na hora de optar por seguir essa tendência, é importante avaliar as influenciadoras. É preciso escolher aquelas que mais condizem com seu público e valores da clínica!

O que posso fazer para minha clínica de estética, então?

Agora, é importante ressaltar que, ao trabalhar com marketing digital, precisamos ter consciência de que para se conseguir um resultado eficaz e que se transforme em vendas é preciso de tempo e investimento, principalmente se o seu objetivo é conquistar uma fatia do mercado (share of market) e/ou estar na memória do consumidor (share of mind).

Já com relação às ações para alavancar sua clínica estética, listamos algumas que influenciam no seu retorno e que precisam fazer parte do seu marketing digital:

Ações para conquistar novos clientes

Imprescindíveis para manter um negócio ativo. Elas compreendem que o ciclo de vida de cada negócio tem quatro fases (inicial, crescimento, maturidade e declínio) que requerem ações específicas, mas que, em todas, deve-se buscar a conquista de novos clientes.

Comece agora mesmo! Conheça 5 dicas de marketing para alavancar sua clínica de estética!

Promoções

São importantes para clínicas de estética. Elas atuam como gatilhos para despertar interesse e levar clientes em potencial para sua clínica. Nesse momento, independente da promoção, deve-se pensar o planejamento respeitando o AIDA (Atenção, Interesse, Desejo e Ação), que são as etapas para gerar melhor resultado em qualquer campanha promocional. Nesse momento, eventos são muito indicados, pois criam relacionamento pessoais e proximidade com o público-alvo.

Ações sazonais

Devido à alta competitividade do segmento, em datas especiais, como dia das mães, final de ano, etc. é importante realizar ações que envolvam os serviços da clínica e que estimulem o consumidor a querer o procedimento. Descontos em pacotes, procedimentos especiais e exclusivos para aquela data, são boas alternativas.

Fidelizar clientes habituais

Ao fidelizar os clientes habituais, ofereça descontos, parcelamentos, sessões bônus, vouchers, combos e até mesmo exclusividade em tecnologias de ponta. Dessa forma, você garante um boca a boca positivo e a constância de determinados clientes.

​Por fim, concluímos que, assim como muitos outros segmentos, as clínicas de estética devem fugir do comum e buscar relacionar o seu negócio à inovação — e não digo apenas em tecnologias. E, quando falamos sobre a sua clínica pode estar com os dias contados, queremos alertar para importância de se destacar em meio a um mercado saturado de ofertas e pensar fora da caixa.

O que acha? Como você tem inovado na sua clínica? Deixe nos comentários!

Se você ficou interessado ou deseja tirar alguma dúvida sobre o seu marketing, entre em contato conosco!

Formada em Publicidade e Propaganda, integra o time de Marketing Digital da Agência GIP propondo o uso de uma comunicação relevante e não-interruptiva. Quando não está meditando, atua como revolucionária de normas de condomínio. Apaixonada por planejamento, acredita nele como uma parte fundamental do processo criativo.

Conteúdo em vídeo: modismo ou estratégia para o marketing digital?

Cada vez mais notamos um novo perfil de consumidor e, com os avanços em tecnologia, a acessibilidade ao digital tem aumentado. Os smartphones, por exemplo, têm se tornado acessório essencial e passar horas acessando as redes sociais é mais comum do que imaginamos.

Instagram, Facebook, LinkedIn, Twitter e Youtube têm substituído o contato direto e presencial e, com isso, muitas clínicas e consultórios têm aproveitado para se aproximar de seus pacientes.

Em meio a essa enorme presença das marcas no digital, vivemos um tempo em que os meios digitais estão ficando saturados de conteúdo, tornando necessária uma comunicação planejada e relevante. Pensar no assunto que irá falar, na forma como se expressará e até mesmo o formato do conteúdo é essencial.

E é aí que entra o conteúdo em vídeo: o consumo de vídeo tem sido crescente e, consequentemente, a quantidade de conteúdo nesse formato tem aumentado. Para se ter uma ideia, de acordo com a Cisco, empresa de tecnologia para operadoras, até 2020 mais de 80% do tráfego na internet será de vídeos.

Com isso, fica uma dúvida: será que o conteúdo em vídeo é um modismo ou uma estratégia para o marketing digital?

O brasileiro e o consumo de conteúdo em vídeo

Em 2017, o Google realizou um estudo que analisou a fundo o comportamento do brasileiro em relação aos vídeos.

Nele, mais da metade dos entrevistados diz passar mais horas vendo conteúdo na web do que assistindo à TV, dando, em média, um consumo de 38 horas de conteúdo audiovisual por semana.

Dentre os motivos para buscar vídeos na web, estão: a busca por conteúdos que não estão na TV ou então a busca por conteúdos que não puderam assistir quando passou na TV.

Ainda segundo a pesquisa, um movimento que demonstra o crescimento no consumo de vídeos online são os apps para SmartTV: mais de 80% dos brasileiros preferem telas maiores e nada mais natural do que o desejo de ver o seu conteúdo preferido online em sua televisão.

E o canal preferido para consumir vídeos? O Youtube! 42% dos entrevistados dizem preferir o Youtube.

Isso porque, hoje, a comunicação ganhou um novo fluxo que todos podem criar,interagir e manifestar sua visão do mundo, deixando para trás a chamada cultura de massa para dar lugar à cultura de pessoas.

Sendo assim, notamos que mais do que um modismo, o conteúdo em vídeo representa uma evolução tecnológica e do comportamento do consumidor.

Mas como podemos trabalhar essa tendência de forma estratégica para os consultórios ou clínicas?

O vídeo como estratégia para o marketing digital

É preciso compreender que diferente da televisão, que podemos assistir sem prestar muita atenção, ver um vídeo online é uma escolha do consumidor e, por isso, sua atenção nesse momento é garantida.

Dessa forma e com base nos conceitos de marketing digital, o vídeo pode te ajudar no famoso funil de vendas. Veja alguns exemplos:

Atração

Nessa etapa do funil, é possível buscar o formato em vídeo para criar um conteúdo que gere valor para o usuário e fuja do habitual (recentemente vemos uma “enxurrada” de e-books sobre os mais variados assuntos). Ele pode ser feito por meio de minicursos ou ao criar um canal no Youtube.

Não podemos esquecer de falar do Stories do Instagram. A ferramenta tem aproximado pacientes e profissionais de saúde, permitindo uma comunicação mais direta e chamando a atenção do usuário, direcionando para onde for interessante à campanha.

Conversão

Na conversão, o vídeo ajuda a acelerar a nutrição dos leads, permitindo apresentar os benefícios do serviço e explicando de forma mais direta quais os valores e diferenciais da sua clínica ou consultório.

Dica: fazer esses vídeos de forma personalizada, chamando o lead pelo seu nome é uma tendência e garante uma experiência surpreendente ao usuário, aumentando a sua taxa de conversão.

Venda

Trabalhar o conteúdo em vídeo nessa etapa é uma ótima estratégia. Isso porque você estará conversando diretamente com pessoas que estão realmente interessadas no seu serviço.

Nessa hora, é importante reforçar a autoridade em sua especialidade ou serviço e se mostrar como uma solução para determinado problema do usuário, apresentado por você. Ao final, ofereça algum benefício exclusivo a ele, como uma recompensa por ter te assistido e mantenha esse cuidado ao atendê-lo.

Por fim, lembre-se que para o vídeo ser EFICAZ, é preciso pensá-lo de forma ESTRATÉGICA, promovendo um conteúdo relevante e de qualidade.

Espero que essas dicas tenham sido úteis e inspiradoras para começar a desenvolver conteúdos em vídeo.

Até breve!

Formada em Publicidade e Propaganda, integra o time de Marketing Digital da Agência GIP propondo o uso de uma comunicação relevante e não-interruptiva. Quando não está meditando, atua como revolucionária de normas de condomínio. Apaixonada por planejamento, acredita nele como uma parte fundamental do processo criativo.

A importância da pesquisa de satisfação para o seu consultório

Se seu consultório está passando por um período de falta de crescimento ou você percebe que certas questões poderiam ser melhoradas, uma boa opção é fazer uma pesquisa de satisfação de clientes.

Por meio de perguntas, será possível identificar os pontos críticos, além do que já está indo bem e pede reforço. Isso ajuda bastante no desenvolvimento de seu negócio e atrai mais pessoas, já que há uma melhora na qualidade dos serviços prestados.

Veremos, a seguir, qual a importância de se fazer essas perguntas aos clientes e obter a real noção da qualidade do atendimento. Acompanhe!

Por que fazer uma pesquisa de satisfação de clientes?

Com esse questionário, é possível identificar onde estão os gargalos que impedem o consultório de crescer. Ele mostrará as maiores insatisfações que estão ocorrendo e dará uma direção para se realizar melhorias e evoluir nos pontos positivos ou nas ideias de novos recursos que podem ser implementados.

Esse guia ajudará no desenvolvimento contínuo do espaço, da estrutura, dos equipamentos, dos funcionários, do atendimento etc. Isso colabora para fidelizar os clientes e faz o consultório progredir, pois, além de manter quem já é frequente, capta novas pessoas por meio de propagandas ou do boca a boca.

Como formular as questões?

Primeiramente, a pesquisa de satisfação não pode ser encarada como um SAC, que é o serviço de atendimento ao consumidor. O questionário deve abordar questões relacionadas ao funcionamento e ao grau de contentamento das pessoas nesses quesitos. É possível abordar temas como:

  • as condições físicas do espaço;
  • a tecnologia empregada nos equipamentos;
  • o tempo de espera;
  • o atendimento;
  • a consulta, entre muitos outros.

É interessante deixar um espaço para os clientes darem sugestões ou elogios. Para as respostas, podem ser usadas escalas de 3 avaliações (como ruim, bom e ótimo) ou com cinco opções (péssimo, ruim, neutro, bom, ótimo).

Ainda, é possível usar o NPS (Net Promoter Score), uma métrica que mede a satisfação e a fidelidade dos clientes. Trata-se, basicamente, de uma escala de 0 a 10, que mostra o quanto as pessoas recomendariam seu serviço, e mais uma pergunta aberta para que os participantes possam justificar a nota e dar uma opinião.

Assim, é possível avaliar cada caso separadamente. Para calculá-lo, após a pesquisa, basta classificar os clientes, a depender da nota, como detratores (0 a 6), por estarem insatisfeitos podem “falar mal” de seu consultório ou clínica, neutros  (7 a 8), estão satisfeitos, mas não foram “surpreendidos” ou “encantados” por seus serviços ou promotores (9 a 10), estes clientes realmente ficaram satisfeitos com o nível de serviços e qualidade e passam a fazer uma verdadeira “propaganda gratuita”, recomendando e até se orgulhando de serem clientes. Isso, mais as respostas, pode dar uma direção mais precisa na hora de tomar decisões.

Qual a melhor forma de apresentar a pesquisa?

Você consegue criar um formulário com o Google Forms facilmente: basta inserir as questões e o espaço das respostas para que elas sejam salvas ou enviadas para um e-mail. Esse questionário pode ser apresentado por meio de um tablet, deixado na recepção e respondido enquanto o cliente espera o atendimento.

Outra ideia é pesquisar a forma mais interessante de comunicação usada pelos usuários, como e-mail, redes sociais ou aplicativos de mensagens, e deixar a pessoa responder quando tiver mais tempo ou se sentir mais à vontade. Muitos não gostam de responder enquanto esperam ou estão com pressa.

A pesquisa de satisfação é a melhor maneira de saber como as pessoas estão se sentindo em relação ao seu consultório e o que deve ser feito para evitar a perda de público. Tal ferramenta funcionará como um guia, ditado por quem mais consegue indicar os pontos positivos e negativos de seu trabalho.

Se seu consultório já conta com o serviço de uma agência especializada em marketing, a pesquisa pode ser feita em conjunto. A equipe parceira mostrará recursos e ideias para aprimorar essa tarefa.

Gostou de saber mais sobre a pesquisa de satisfação de clientes? Então, leia também sobre a importância da interação com o público no Facebook!

Empreendedor, publicitário, empresário, CEO e sócio-fundador da Agência GIP.

Diretor do departamento de web e marketing digital.

Especialista Nanodegree em Marketing Digital pela Udacity Universidade do Vale do Silício.

MBA em gestão e mercado para consultórios e clínicas pelo Grupo Caproni.

Graduado em Comunicação Social com ênfase em Publicidade e Propaganda e pós-graduado em Comunicação Empresarial e Marketing.

100% família, fã de realities empresariais, alfenense de coração, pai do Thomás e karateca faixa verde.

Empreender é se jogar de um precipício e construir um avião durante a queda.

O Whatsapp Business é para sua clínica ou consultório?

Recentemente lançado, o Whatsapp Business é uma nova versão do app que tem como objetivo facilitar a comunicação de pequenas e médias empresas com seus clientes. Ele substituirá o uso de e-mails, por exemplo.

Alguns negócios já têm usado a solução, mas será que ela é a mais adequada para sua clínica ou consultório? Descubra:

Qual a diferença para o Whatsapp normal?

Com o Whatsapp Business é possível ter um perfil da empresa, com informações do negócio, site oficial, segmento de atuação, e-mail para contato e horário de funcionamento.

E mais: através dele é possível usar mensagens automatizadas e rápidas – garantindo a resposta ao cliente mesmo quando o seu consultório estiver fechado -, mensurar dados como o número de mensagens recebidas, entregues, enviadas, lidas, etc., filtrar os contatos com marcadores como “novo cliente” e ter a certificação de que esse é o contato do seu negócio, através de um selo de conta verificada.

Como isso ajudará minha clínica ou consultório?

Sabemos que o consumidor tem se tornado cada vez mais ativo, em busca de serviços personalizados e valorizando o atendimento.

Com esse novo recurso, será possível qualificar o atendimento da clínica, aproximando mais o seu negócio de seus clientes e possibilitando uma comunicação com mais credibilidade.

Será possível, também, avaliar o atendimento e comunicação da clínica a partir das estatísticas disponibilizadas pelo app.

Ao aprimorar o seu atendimento, você verá mais clientes se fidelizando e indicando a sua clínica, bem como verá uma otimização do contato para agendar consultas e tirar dúvidas, por exemplo.

E quais os requisitos técnicos para usar o Whatsapp Business?

Inicialmente, o aplicativo está disponível apenas para o sistema Android. Mas não se preocupe: provavelmente o iOS poderá contar com ele na próxima atualização.

Para quem possui Android, o Whatsapp requer que este esteja na versão 4.0.3 ou superior e que contenha um chip para receber o código de verificação para ativar a conta. Nossa sugestão é usar o chip que a sua clínica já utiliza como contato.

É importante ressaltar que na hora de fazer o cadastro para baixar, é preciso usar um número de telefone cadastrado no nome da clínica, pois o aplicativo só será liberado para pessoas jurídicas.

Essas e outras respostas para as principais dúvidas técnicas podem ser visualizadas no site da empresa.

Comece a usá-lo ainda hoje!

Quer começar a usar mas ainda não sabe como? Nós te ajudamos!

Inicialmente use-o para se comunicar apenas com seus atuais clientes, isso te ajudará a criar familiaridade com o app e seus recursos.

Evite usá-lo, de início, para atrair novos clientes, pois ainda compreende-se que o WhatsApp é um meio para conversar pessoas mais próximas e enviar mensagens de vendas por ele pode ser bem invasivo e negativo para o seu negócio – apenas faça isso se a pessoa estiver de acordo com esse contato.

O ideal é usar o app para ações de marketing – informar sobre consultas e novidades -, suporte para clientes – responder dúvidas e comunicação direta.  

Separamos algumas dicas para te ajudar, confira:

1) Construa uma mensagem de saudação pensada de forma estratégica. Essa mensagem será enviada para a pessoa assim que ela entrar em contato com você. Ela deve gerar o máximo de engajamento, criando antecipação e demonstrando autoridade da clínica sobre sua área que atua.

2) Elabore respostas rápidas para as situações mais comuns de contato. Isso irá otimizar o tempo para responder. Mas lembre-se: evite respostas muito generalizadas ou iguais todo tempo, o cliente irá perceber e, para ele, o atendimento deve ser personalizado!

3) Inclua as informações da sua clínica como localização, horários e dias de atendimento. Isso irá garantir confiabilidade ao negócio e facilitará informações ao cliente.

E aí, o que achou? Ainda com dúvidas? Deixe nos comentários que te ajudaremos a pensar na melhor forma de usar esses recursos ao seu favor!!

Blogpost criado pela nossa equipe de redação, contribuição de todos para oferecer um conteúdo exclusivo e útil para você.
Curtiu? Compartilhe! 🙂

Saiba o que é rapport e a sua importância na relação com o paciente

Ter uma boa relação com seus clientes é fundamental. Isso se torna mais significativo quando nos referimos a empreendimentos na área da saúde, em que possuir uma linguagem clara e baseada na confiança é considerado um diferencial no mercado.

Uma das principais técnicas utilizadas para melhorar a comunicação e impactar positivamente a relação entre os profissionais de saúde de sua clínica, o consultório e o seu público-alvo é o rapport.

Ainda não conhece essa estratégia de comunicação? Quer saber mais sobre o que é rapport? Então fique com a gente!

O que é rapport?

A palavra rapport é um termo francês que não possui tradução para a língua portuguesa, mas que pode ser entendido como o ato de estabelecer uma relação de confiança e cooperação. Uma associação harmônica de empatia, com afinidade e concordância.

O termo vem sendo usado de forma recorrente por profissionais da área da psicologia para tratar da questão comportamental, que tem como objetivo primário melhorar tanto a comunicação quanto o relacionamento entre as pessoas.

O método busca criar laços de confiança durante todo o processo de comunicação. Como resultado, temos indivíduos mais abertos e receptivos, facilitando a interação e a troca de informações.

“Rapport é a capacidade de entrar no mundo de alguém, fazê-lo sentir que você o entende e que vocês têm um forte laço em comum. É a capacidade de ir totalmente do seu mapa do mundo para o mapa do mundo dele. É a essência da comunicação bem-sucedida.” Anthony Robbins

Qual a importância do rapport para a área da saúde?

Para o cenário das atividades relacionadas à saúde, o rapport é sem dúvida a chave para um relacionamento mais humanizado, além de transformar pessoas em clientes fiéis à sua marca por se sentirem à vontade em compartilhar seus problemas ou dúvidas.

Dentre as principais vantagens dessa técnica estão: ser um dos formatos mais rápidos e eficientes para gerar confiança por meio de um diálogo, aumentar o poder de nossas relações interpessoais e o estabelecimento de uma credibilidade quase que de forma instantânea.

O rapport é o método que pode contribuir de forma efetiva para aumentar a credibilidade do seu negócio, assim como a visibilidade da sua marca, gerando mais vendas e lucro para o seu empreendimento!

Agora que você já sabe o que é rapport, que tal aprender algumas técnicas de como aplicá-lo no dia a dia de sua clínica ou consultório? Saiba mais!

Quais os principais elementos para se fazer o rapport?

O investimento em rapport é quase nulo! Isso porque sua técnica se baseia em elementos universais do comportamento humano. Sorrisos, paciência, tratar o outro pelo nome para gerar proximidade e proatividade são algumas das peças-chave.

Outra dica é espelhar o comportamento do seu interlocutor. Movimentos corporais, tonalidade e ritmo da voz, palavras ou termos que o outro está repetindo de forma constante e expressões faciais são alguns dos comportamentos que podem ser replicados para tornar a técnica do rapport mais eficiente.

O rapport funciona de forma inconsciente e passa a mensagem de que vocês possuem similaridades e, por essa razão, ela (e) pode confiar em você. Porém, esse comportamento precisa ser aplicado de forma sutil para não parecer que você está imitando o seu interlocutor.

A técnica de rapport também pode ser aplicada na comunicação digital. Para isso, conheça o seu público de forma macro, mas fique atento às particularidades da personalidade de cada um.

Responder mensagens com o nome da pessoa que está entrando em contato, usar emojis para expressar emoções, perceber o jeito que a outra pessoa escreve, espelhar algumas palavras e fazer perguntas de interesse comum são uma ótima forma de aplicar o rapport.

Gostou de saber mais sobre o que é rapport? Ficou com alguma dúvida? Deixe seu comentário!

Empreendedor, publicitário, empresário, CEO e sócio-fundador da Agência GIP.

Diretor do departamento de web e marketing digital.

Especialista Nanodegree em Marketing Digital pela Udacity Universidade do Vale do Silício.

MBA em gestão e mercado para consultórios e clínicas pelo Grupo Caproni.

Graduado em Comunicação Social com ênfase em Publicidade e Propaganda e pós-graduado em Comunicação Empresarial e Marketing.

100% família, fã de realities empresariais, alfenense de coração, pai do Thomás e karateca faixa verde.

Empreender é se jogar de um precipício e construir um avião durante a queda.

4 tendências de marketing para a área de saúde em 2018

O ano de 2018 já chegou, mas algumas clínicas e consultórios não sabem bem o que fazer para aumentar o número de clientes e divulgar suas especialidades na região. Nesse momento, é importante ser assertivo e saber exatamente onde investir. Portanto, é essencial saber quais são as tendências de marketing para saúde neste novo ano.

Para ajudá-lo, você verá 4 ações que já são e serão muito populares no decorrer do ano. Assim, você poderá se planejar, implementá-las e, em dezembro, avaliar o quanto cada prática foi positiva para você.

Boa leitura! 

1. Estratégias para dispositivos mobile

O mercado mobile não para de crescer! No final de 2017, mais de 234 milhões de dispositivos estavam conectados à rede de internet. Como esse número é maior do que a quantidade de habitantes do Brasil, pode-se dizer que as pessoas estão cada vez mais on-line, ainda que utilize dispositivos diferentes durante o dia.

Diante disso, em 2018, mais clínicas e consultórios desejarão se relacionar com seus clientes a partir desses dispositivos. O número de oportunidades impressiona: é possível criar um aplicativo para informar os usuários das melhores práticas para sua saúde, além de avisá-lo de consultas próximas, por exemplo.

Em alguns casos, aliás, é possível usar o GPS dos smartphones e tablets para veicular anúncios convidando os internautas para uma avaliação nutricional ou uma limpeza. Assim, quando alguém próximo da sua clínica ou consultório fizer uma pesquisa relacionada, ele receberá uma oferta.

2. Automação de processos

Consultórios e clínicas possuem um dia a dia cheio. São muitos clientes para atender pessoalmente, por telefone e até mesmo via mídias sociais. Dessa maneira, nem sempre há tempo suficiente para que os profissionais divulguem a marca e atraiam mais clientes.

Uma boa alternativa para isso é a automação de processos. Você poderá planejar sua clínica ou consultório para que tenha uma administração eficiente das redes sociais, e-mail marketing, manutenção de leads e até mesmo do blog, otimizando o tempo que você tem e conseguindo analisar suas estratégias de maneira mais eficaz.

3. Marketing de Conteúdo

Os internautas, em geral, cada vez mais querem se certificar de que estão tomando as melhores decisões para suas vidas. E principalmente área da saúde, o conteúdo é muito importante, pois atrai novos clientes e gera valor para a marca. Com ele, você poderá mostrar o conhecimento que os profissionais da sua clínica ou consultório possuem, o que gera o aumento do bem-estar e qualidade de vida dos clientes.

Para isso, entretanto, é necessários conhecer profunda e detalhadamente as necessidades do seu público-alvo, bem como seus desejos, medos e dificuldades.

4. Materiais em vídeo

Outra estratégia de marketing para saúde que promete auxiliar muito sua clínica ou consultório é a produção de conteúdos em vídeo. Com o aumento da velocidade da internet nos lares brasileiros, bem como do plano de dados oferecido pelas operadoras de telefonia móvel, mais pessoas querem ver vídeos via internet. A maioria delas tem mais disposição (e tempo) para ver um vídeo interessante do que ler um artigo extenso.

Uma pesquisa aponta que, já em 2020, 80% do tráfego de dados gerados pela internet virá dos vídeos. Ou seja, 2018 é um ano-chave para que sua clínica ou consultório comece a fornecer conteúdo audiovisual para seus clientes..

Embora muitos profissionais queiram levar suas clínicas e consultórios para um novo patamar neste ano, poucos são aqueles que tentam, de fato, conhecer seu mercado e implementar estratégias que nunca foram colocadas em prática. Ou seja, se você deseja ter novos resultados, precisará de novas práticas, conhecendo as tendências de marketing para saúde.

Quer saber mais sobre tudo isso? Entre em contato agora mesmo com a Agência GIP e receba um atendimento personalizado dos nossos consultores.

 

Empreendedor, publicitário, empresário, CEO e sócio-fundador da Agência GIP.

Diretor do departamento de web e marketing digital.

Especialista Nanodegree em Marketing Digital pela Udacity Universidade do Vale do Silício.

MBA em gestão e mercado para consultórios e clínicas pelo Grupo Caproni.

Graduado em Comunicação Social com ênfase em Publicidade e Propaganda e pós-graduado em Comunicação Empresarial e Marketing.

100% família, fã de realities empresariais, alfenense de coração, pai do Thomás e karateca faixa verde.

Empreender é se jogar de um precipício e construir um avião durante a queda.

Relacionamento nas Redes Sociais: reflexo do que acontece dentro do seu consultório.

Quando o serviço em clínicas ou consultórios não corresponde às expectativas de um cliente, a primeira reação que ele tem, provavelmente, é ligar ou enviar uma mensagem para a central de atendimento, certo? Errado!

Atualmente, pela facilidade de acesso e praticidade, as pessoas usam as redes sociais para expor suas insatisfações. É também por meio delas que procuram a página de uma marca em busca de informações ou de um atendimento mais rápido ou, até mesmo, para se aproximar dos profissionais de que gostam e em que confiam.

Por isso, um bom relacionamento nas redes sociais é crucial. É lá que, além de manter uma conversa aberta sobre diversos assuntos referentes à sua área, seu cliente fará comentários positivos ou negativos sobre a estrutura do local, o tempo de espera, a higiene, entre outros. Logo, é preciso participar.

Como essas mensagens influenciarão os clientes e os demais consumidores, é importante seguir algumas boas práticas. Veremos agora como melhorar sua atuação nas redes sociais. Confira!

Interaja com seus seguidores

Um negócio deve fazer publicações que permitam conhecer melhor o cliente, suas necessidades e suas opiniões. Dessa forma, é possível aprimorar os serviços. As melhorias aparecem quando a clínica ou o profissional dispõe-se a ouvir o que os outros têm a dizer. Isso permite conhecer necessidades e preferências para atingir as demandas do seu público-alvo.

A periodicidade da divulgação do conteúdo é uma opção para tornar a interação mais intensa, mantendo sempre uma regularidade nas postagens e nas respostas aos comentários. Quando um cliente apresentar novas ideias ou sugestões, por exemplo, você também pode escrever para agradecê-lo, na medida em que isso humaniza o relacionamento e demonstra cordialidade nas redes sociais.

Aprenda a aceitar os feedbacks

Quando um cliente reclama sobre a demora na solicitação de uma informação, embora seja uma crítica, a clínica ou o consultório deve encarar isso como sugestão de melhoria. Esse tipo de feedback mostra como as pessoas se sentem com relação ao seu serviço, revelando as avaliações e quais mudanças devem ser feitas para atingir o status desejado.

De modo geral, esses comentários são feitos publicamente, por isso é importante respondê-los com maestria e compreensão. Busque sempre tentar entender as dificuldades e demonstrar interesse na resolução do problema, evitando atritos. Ficar atento aos feedbacks é uma boa opção para a melhoria do relacionamento e do padrão geral do seu negócio.

Reserve um tempo para o pós-atendimento

Há um jargão comercial que afirma: manter um cliente é muito mais barato do que conquistar outro. Isso se aplica também à área da saúde. Assim sendo, é relevante que o pós-atendimento não seja deixado de lado.

Ser proativo conta muito nessas horas, então mantenha-se sempre atento às necessidades de seus clientes e mostre-se presente para auxiliá-los no que for possível depois da consulta. Muitas pessoas ficam com dúvidas e as redes sociais são uma forma rápida e eficaz de respondê-las.

Após ajudar o cliente com algum problema, é importante dar um retorno a ele; isso faz parte do que chamamos de pós-atendimento. Entrar em contato para descobrir se há mais alguma coisa que possa ser feita vai fazer com que ele se sinta importante e dê mais credibilidade aos serviços prestados. Além de aumentar a fidelização e gerar um “boca a boca” favorável, a marca mantém sua boa imagem.

Evite demorar para responder

O tempo é um fator valioso, priorizado pela maioria das pessoas. Nesse sentido, elas esperam que as respostas nas redes sociais sejam velozes. Essa agilidade no tempo cria uma boa imagem e coloca seu empreendimento em um local de confiança entre os consumidores dos seus serviços, já que eles sabem que não ficarão esperando muito para serem atendidos.

Isso também serve para conter crises e evitar que detratores espalhem críticas sobre seu negócio. Ao dar retorno rápido a uma insatisfação, você e sua equipe mostram que dão importância ao ocorrido e estão interessados em solucioná-lo. O cliente admira a atenção dada e vê pontos positivos. Isso contribui para diminuir ou cessar as críticas e pode, até mesmo, reverter a situação e fazer com que ele seja convertido em um fã.

Não abandone uma conversa

Como as redes sociais são ambientes de interação, é muito errado deixar alguém sem uma réplica ou parar de respondê-lo. Desse modo, tenha paciência e fique atento a todos os comentários e mensagens que chegam até você, para evitar ignorar algum cliente ou prospect.

Mantenha a conversa ativa até que fique claro que ela está encerrada. Outra coisa importante é interagir em discussões que tenham relação com sua área, mesmo em outras páginas ou grupos. Contudo, lembre-se de manter um tom neutro e não se envolver em polêmicas, priorizando participar de forma a incentivar a boa comunicação e não brigas.

Seja criativo, atencioso e legítimo

Agir igual aos outros ou parecer robótico e desatento pode ter um efeito negativo para sua imagem nas redes sociais. Por isso, invista na criatividade e, para se diferenciar, fuja do “lugar comum”. Além de soar autêntico, com um diálogo pessoal e coerente com o público, também preste atenção a tudo que envolve sua marca, mostrando-se presente e interessado.

Ser criativo não significa querer ser o mais surpreendente da internet, mas sim ter uma relação que fuja do óbvio, com ações e contatos diferenciados do restante. Isso pode ser conseguido com um leve toque de humor ou de cordialidade, por exemplo, que seja positivo e distinto do mercado. Além disso, demonstre atenção e seja verdadeiro nas suas comunicações, afinal, as pessoas percebem e valorizam essas qualidades.

Supere as expectativas do cliente

Muitas vezes, você pode conquistar o público ao ter um algo a mais ou um diferencial nas interações. Se for interessante, é possível surpreender as pessoas com cupons de desconto ou consultas grátis, por exemplo. Você não precisa exagerar ou querer comprar o público, mas uma surpresa pode ser a chave para ter mais fãs nas suas páginas.

Além disso, as pessoas podem ser engajadas ao esperar alguma novidade nas publicações da sua clínica ou do seu consultório. Isso gera um burburinho, pois o público ficará curioso e ansioso pela próxima ação que surgirá nas suas comunicações.

As práticas de interação na internet são basicamente um reflexo do que acontece dentro do consultório, já que as redes sociais são uma extensão dele. Por isso, a cordialidade, a honestidade e a proatividade devem ser os lemas do atendimento.

Assim como nas consultas, é importante ser atencioso, dinâmico, pessoal e diferenciável. Dessa maneira, as pessoas perceberão que o relacionamento nas redes sociais é coerente com o que é praticado no contato físico. Isso traz mais confiança para atrair e reter os clientes, aumentando sua base e, consequentemente, a estrutura do seu negócio.

Se você achou este artigo interessante, assine nossa newsletter e receba diversos conteúdos como este diretamente no seu e-mail!

Empreendedor, publicitário, empresário, CEO e sócio-fundador da Agência GIP.

Diretor do departamento de web e marketing digital.

Especialista Nanodegree em Marketing Digital pela Udacity Universidade do Vale do Silício.

MBA em gestão e mercado para consultórios e clínicas pelo Grupo Caproni.

Graduado em Comunicação Social com ênfase em Publicidade e Propaganda e pós-graduado em Comunicação Empresarial e Marketing.

100% família, fã de realities empresariais, alfenense de coração, pai do Thomás e karateca faixa verde.

Empreender é se jogar de um precipício e construir um avião durante a queda.

5 razões para cuidar da identidade visual da sua clínica

Já pensou em melhorar a gestão e a comunicação de sua clínica? Que tal, então, começar pela identidade visual? Afinal, ela é a primeira impressão que uma pessoa tem ao conhecer o consultório ou clínica.

Apesar de nem sempre ser tratada com a importância que merece, a identidade visual pode ser uma das responsáveis por melhorar os resultados de qualquer negócio, inclusive de uma clínica.

Continue a leitura deste post e confira os principais motivos para investir na identidade visual do seu consultório!

1. A percepção dos clientes muda

A identidade visual mexe com a percepção das pessoas em relação a todos os serviços que são oferecidos no consultório. Isso porque a marca pode despertar diferentes sensações nas pessoas, como segurança e conforto ou, do lado negativo, agitação e ansiedade.

Além disso, a identidade visual pode contribuir para uma melhora na sensação de profissionalismo. Ou seja, investindo na identidade visual os clientes vão ter a percepção de que seu consultório oferece serviços de boa qualidade.

2. É possível se conectar com o público

Pelo fato de ficar facilmente fixada na cabeça das pessoas, a identidade visual cria uma conexão direta entre o consultório e os clientes. É ela também que faz com que sua clínica seja identificada e conhecida em meio a tantas outras.

Por isso, uma identidade visual bem planejada, consistente e que represente os valores do seu consultório faz com que o público estabeleça um vínculo e uma conexão com ele.

3. A psicologia das cores influencia na identidade visual

Na hora de pensar a identidade visual de seu consultório, não se esqueça de levar em consideração as cores que serão utilizadas. Elas são tão importantes que existe até a chamada psicologia das cores — isso porque cada cor é capaz de despertar um sentimento diferente no cliente.

Por isso, na hora de escolher as cores da sua identidade visual tenha em mente que tipo de sensação você deseja transmitir. O branco, por exemplo, remete à pureza, enquanto o azul remete à calma, confiança e segurança. Já o roxo simboliza nobreza, sabedoria e espiritualidade, e o vermelho (cuidado) não é recomendado para a área da saúde por remeter à sangue.

4. A identidade visual é única

Como o próprio nome já sugere, a identidade visual é única. É o que identifica seu consultório ou clínica e pode ser explorada também na decoração, nos cartões de visita e em outros materiais de comunicação. Ela pode ser comparada à impressão digital, pois é o que diferencia uma marca de outra.

Em um mercado cada vez mais competitivo, proprietários e coordenadores de consultórios sempre estão em busca de torná-los diferentes em relação aos outros. Que tal, então, começar por uma identidade visual consistente e eficiente?

5. Uma identidade visual ruim pode causar má impressão

Por mais que seu atendimento seja excelente e se destaque entre a concorrência, uma identidade visual ruim e não planejada pode causar má impressão e afastar os clientes. Isso acontece porque as pessoas costumam não depositar muita confiança em marcas que consideram de mau gosto, por exemplo.

Por isso, contratar uma empresa que seja especializada em desenvolvimento de marcas para a área da saúde é fundamental para o bom desempenho da sua identidade visual. Os designers e demais profissionais de comunicação vão saber ouvir o que você espera da marca e aliar isso a conhecimentos técnicos na hora da construção da identidade.

Se você deseja construir ou reformular a identidade visual de seu consultório, entre em contato conosco!

Empreendedor, publicitário, empresário, CEO e sócio-fundador da Agência GIP.

Diretor do departamento de web e marketing digital.

Especialista Nanodegree em Marketing Digital pela Udacity Universidade do Vale do Silício.

MBA em gestão e mercado para consultórios e clínicas pelo Grupo Caproni.

Graduado em Comunicação Social com ênfase em Publicidade e Propaganda e pós-graduado em Comunicação Empresarial e Marketing.

100% família, fã de realities empresariais, alfenense de coração, pai do Thomás e karateca faixa verde.

Empreender é se jogar de um precipício e construir um avião durante a queda.

Como fazer marketing digital para consultórios de fisioterapeutas?

Fisioterapeutas também devem se preocupar em saber como fazer marketing digital e fortalecer a imagem de seu consultório, a fim de conquistar mais clientes e ter uma marca mais forte no mercado. Isso significa implementar os melhores canais de divulgação e se manter em constante atualização.

Há diversas formas de fazer marketing digital para fisioterapeutas, já que existem muitas técnicas que podem ser utilizadas pelo segmento de saúde. O ambiente digital é capaz de direcionar seus esforços para impactar precisamente o público desejado, por meio de ferramentas altamente eficientes.

Entretanto, para obter bons resultados, você precisa contar com uma estratégia de qualidade. Não basta trabalhar sem qualquer planejamento, pois os retornos não serão positivos.

Para ajudar, selecionamos as melhores estratégias que auxiliarão a como fazer marketing digital para o seu consultório de fisioterapia. Confira!

E-mail marketing

Enviar e-mails estratégicos deve fazer parte do seu planejamento de marketing digital. Ele pode parecer um meio antiquado, mas continua sendo muito eficiente para impactar o público e agregar valor à marca do consultório.

Incentive as pessoas a se cadastrarem para receber novidades e planeje um calendário de envios que entregue conteúdo de qualidade, brindes, descontos ou o que mais você perceber como preferência do público.

Marketing de conteúdo

As pessoas estão sempre em busca de informações na internet, e essa é uma ótima oportunidade de marketing digital para fisioterapeutas. Crie e compartilhe conteúdo relacionado à saúde e bem-estar, sempre levando em conta o perfil do seu público-alvo e que tipo de material ele costuma consumir.

Com esses posts, você poderá atrair a atenção de potenciais clientes do seu consultório de fisioterapia e consolidar-se como uma autoridade no assunto.

Influenciadores digitais

Trazer personalidades influentes no meio da fisioterapia é uma forma bastante eficiente de impactar o seu público. Descubra quem são os influenciadores digitais da sua área, com atenção especial ao perfil de audiência que atraem.

Se houver identificação com a sua marca, negocie uma parceria com essas pessoas e planeje ações que consigam emprestar a autoridade delas para reforçar o posicionamento do seu consultório.

Social ads

As redes sociais podem impulsionar bastante a visibilidade do seu consultório, sendo ótimos canais de marketingpara fisioterapeutas. Além do potencial de alcance orgânico, você também pode investir em posts patrocinados, a fim de aproveitar toda a capacidade desse meio para a sua clínica ou consultório.

Experimente segmentar o seu anúncio para pessoas de perfil altamente específico, de modo a gerar os melhores resultados de acordo com os seus objetivos. Essa publicidade será mostrada ao público certo e, consequentemente, trará mais pessoas para seu negócio.

Vídeos

Apresentar sua clínica por meio de um vídeo é uma estratégia valiosa. Um vídeo institucional transmite os valores e crenças do seu negócio, humaniza, gera valor e aproximação com o público.

Além disso, vídeos curtos dos serviços prestados, promovidos nas redes sociais dentro de uma estratégia geram muito engajamento e retorno. Claro, tudo dentro das normas estabelecidas pelo CREFITO (Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional).

Publicidades

O código de ética profissional restringe algumas práticas publicitárias, mas isso não quer dizer que a propaganda é proibida. É preciso estar ciente do tipo de linguagem que deve ser usada e não prometer curas milagrosas ou intervenções não testadas, por exemplo.

Sua clínica ou consultório pode expor seu trabalho por meio de links patrocinados, que por um determinado valor, colocam seu site entre os primeiros nos resultados de busca. Essa é uma boa opção para ter retorno rápido com um investimento muito mais controlado, comparado à publicidade tradicional.

Contudo, isso pode ser custoso para alguns profissionais, então, uma opção é a criação de um blog para publicar conteúdos relevantes e ganhar autoridade na web. Dessa forma, os usuários terão contato com seu consultório por meio do aprendizado que seus materiais proporcionam e você se tornará uma referência da área.

Posts geolocalizados

A localização é um fator muito importante para um consultório, afinal, as pessoas não desejam se deslocar muito para fazer uma consulta. Assim, os seus anúncios e postagens devem abordar temas que sejam relevantes para a região onde seu negócio está localizado.

Os anúncios devem ter uma atenção especial para a localização, pois essa informação faz toda a diferença na segmentação dessa estratégia. Elas devem atingir os potenciais clientes de uma área onde o consultório pode atender.

Então, a publicidade direcionada para uma determinada região é muito efetiva para atrair clientes que estão próximos ou têm fácil acesso ao seu local.

Lives

Os seguidores das redes sociais adoram transmissões ao vivo, essa é uma ótima forma de se aproximar do seu público. É possível fazer sessões com dicas e esclarecimento de dúvidas, por exemplo.

Com essa atividade frequente é possível se destacar no mercado. Afinal, se você oferece um serviço relevante, em que os usuários podem interagir e esclarecer dúvidas em tempo real, com certeza, sua marca estará marcada na mente das pessoas.

Stories

Essa é outra forma muito interessante de se aproximar do público, já que esse recurso se mantém em destaque por certo tempo no perfil de usuários do Facebook, Instagram, Whatsapp, entre outros.

As publicações no Stories podem demonstrar alguma atividade do seu consultório e aproximar os clientes da realidade de um bom tratamento fisioterápico.

Essa ferramenta é especialmente dedicada ao relacionamento constante entre os usuários e tem bastante apelo comercial, basta pensar em formas criativas de envolver o público.

Depoimentos

O reconhecimento de quem já cliente pode ser bastante útil para converter outras pessoas. A reputação é um fator decisivo na escolha de um profissional de saúde, então, use os seus sucessos para promover o seu negócio.

Não tenha vergonha de pedir um depoimento sobre como o seu consultório ajudou alguém a se recuperar. Esses comentários positivos são estímulos para outras pessoas também se tratarem com você ou sua equipe.

Análise de resultados

Todos os seus esforços em marketing digital, no contexto da fisioterapia, só podem ser classificados como sucessos se os resultados forem acompanhados de perto.

Essa análise precisa ser feita regularmente, atentando para os indicadores que conseguem traduzir o quanto sua campanha está perto dos objetivos propostos. Compare os dados com períodos anteriores para ter uma ideia da sua evolução ao longo do tempo.

Para um consultório fisioterápico, saber como fazer marketing digital é uma grande vantagem competitiva. Com essas ferramentas, o seu negócio pode construir uma marca forte e conseguirá impactar muito mais clientes em potencial, implementando uma estratégia de qualidade. Lembre-se de mantê-la sempre em renovação, já que todos os dias podem surgir novidades vantajosas para o seu mercado.

Se você achou este texto interessante, siga-nos nas redes sociais e tenha mais conteúdos como este direto na sua timeline. Estamos no Facebook e Instagram!

Empreendedor, publicitário, empresário, CEO e sócio-fundador da Agência GIP.

Diretor do departamento de web e marketing digital.

Especialista Nanodegree em Marketing Digital pela Udacity Universidade do Vale do Silício.

MBA em gestão e mercado para consultórios e clínicas pelo Grupo Caproni.

Graduado em Comunicação Social com ênfase em Publicidade e Propaganda e pós-graduado em Comunicação Empresarial e Marketing.

100% família, fã de realities empresariais, alfenense de coração, pai do Thomás e karateca faixa verde.

Empreender é se jogar de um precipício e construir um avião durante a queda.

Resultados: como avaliar a estratégia de comunicação da minha clínica?

Toda clínica ou consultório deve ser capaz de se relacionar com o público abertamente a fim de satisfazê-lo e fidelizá-lo, afinal, é o cliente que mantém qualquer negócio.

Qualquer estratégia de comunicação deve estar perfeitamente aliada às necessidades do seu público-alvo.

Não sabe como avaliar se a estratégia da sua clínica está apresentando resultados satisfatórios? Então este post foi feito para você!

Entenda de vez a importância de se comunicar com o público corretamente e conheça os fatores que podem indicar se está ou não no caminho certo.

A importância de ter uma estratégia de comunicação

Você tem as melhores técnicas, os melhores equipamentos e executa seu serviço com perfeição, mas, mesmo assim, o cliente não sabe o quanto o seu trabalho é superior ao da concorrência.

Isso é mais comum do que você imagina, vários profissionais topam com essa realidade diariamente porque não estão se comunicando bem com a sua clientela. Afinal, muito provavelmente, os consumidores não compreendem a excelência do serviço executado, a comunicação está com ruído ou totalmente desalinhada ao perfil do público.

Comunicar-se bem para agregar valor ao seu consultório ou clínica

Por isso, todo profissional deve saber como transmitir a mensagem, agregando valor ao seu consultório ou clínica, mostrando que domina o assunto e que dispõe de ferramentas para entregar um resultado superior aos demais.

Uma estratégia de comunicação, assim, faz toda a diferença para realmente agregar à experiência do cliente e fidelizá-lo, ocasionando um impacto positivo na reputação do seu consultório ou clínica.

Como avaliar a estratégia da sua clínica

1. Examine seu material institucional

É preciso ter atenção a tudo que venha a captar a atenção do público e possibilita a realização de um ponto de encontro (pessoal ou online) com a sua marca. São esses pontos de contato que definirão a imagem que o cliente tem do seu negócio, o que inclui o material institucional ao qual tem acesso.

Para avaliar se a sua estratégia está adequada, será necessário examinar a sua identidade visual como um todo: logotipo e materiais de papelaria devem acompanhar a ideia de autoridade e qualidade que você deseja transmitir. Seu visual é o seu cartão de visita e não pode passar uma ideia de desleixo, má qualidade ou amadorismo.

2. Analise sua presença digital

Não basta se fazer presente no mundo digital sem nenhum planejamento: mais do que aparecer, ter uma boa comunicação com o cliente (ainda que em potencial) exige que você faça acontecer!

Apresente conteúdo direcionado ao público que você deseja arrebatar, sempre com autoridade sobre o assunto. Uma estratégia de sucesso exige que o profissional seja encontrado pelas pessoas certas e passe a elas segurança de que é o melhor em sua área.

3. Julgue campanhas ativas

Já possui alguma campanha de marketing ativa? É hora de reavaliá-la e acompanhar resultados. Profissionais qualificados são os mais indicados para acompanhar as métricas adequadas e julgar se seu investimento tem ou não o retorno esperado.

Boas campanhas são aquelas que correspondem ou superam as expectativas. Elas devem ser avaliadas periodicamente: se sua performance estiver abaixo do desejado, agências de comunicação e marketing saberão como mudar seus rumos com rapidez e eficiência.


[EBOOK] Links Patrocinados

Então, entendeu como avaliar a estratégia de comunicação de sua clínica e fazer com que os cliente vejam-na positivamente? Compartilhe este texto em suas redes sociais e permita que seus colegas também conheçam nossas dicas e soluções! 😉

Empreendedor, publicitário, empresário, CEO e sócio-fundador da Agência GIP.

Diretor do departamento de web e marketing digital.

Especialista Nanodegree em Marketing Digital pela Udacity Universidade do Vale do Silício.

MBA em gestão e mercado para consultórios e clínicas pelo Grupo Caproni.

Graduado em Comunicação Social com ênfase em Publicidade e Propaganda e pós-graduado em Comunicação Empresarial e Marketing.

100% família, fã de realities empresariais, alfenense de coração, pai do Thomás e karateca faixa verde.

Empreender é se jogar de um precipício e construir um avião durante a queda.