Por que contratar uma agência para fazer a gestão de redes sociais?

A gestão de redes sociais é, muitas vezes, subestimada, no entanto, é muito relevante para o sucesso de qualquer atividade com marketing digital. Ao criar uma presença forte nessas plataformas, pode-se construir uma autoridade da marca, gerando credibilidade para seu consultório ou clínica. Com isso, é possível atrair potenciais clientes e fidelizar quem já se consulta com você ou com sua equipe.

Além disso, seu site pode receber tráfego qualificado, devido ao relacionamento criado com a sua marca. Ademais, as redes sociais podem ser ótimos canais de contato com os clientes, para a resolução de dúvidas e muitos outros serviços.

Contudo, é preciso ter tempo e experiência para gerir essas ferramentas, e isso deve ser feito por profissionais qualificados. Por essa razão, a seguir, destacamos alguns motivos para contar com o trabalho de uma agência especializada em gestão de redes sociais. Boa leitura!

Economia de tempo

Você e os demais colaboradores podem ter o tempo necessário para realizar as tarefas pertinentes à sua área, passar um período maior com a família ou vivenciar momentos de lazer, por exemplo.

Para executar campanhas nas redes sociais que gerem resultados, é preciso monitorar as publicações, os anúncios, os comentários, as mensagens diretas e os números de performance. Isso, certamente, sobrecarregará qualquer administrador que ainda precise atender os clientes e cuidar da gestão.

Melhor custo-benefício

Realizar esse trabalho também requer gastos com pessoal, equipamentos, softwares etc. — elementos de que uma agência já dispõe, afinal, tem sua estrutura toda voltada para esse e outros serviços de marketing digital.

O custo com a contratação de um plano de gerenciamento será muito mais vantajoso, pois são cortados gastos desnecessários e que não são parte vital para o funcionamento da sua clínica.

Múltiplas plataformas

Uma equipe especializada pode gerenciar diversas redes sociais interessantes para seu negócio — outro fator influenciado pelo tempo. Isso é importante para que sua marca esteja presente em diversos locais, não somente no site e no Facebook.

Outras redes, como Instagram, Twitter e LinkedIn, são ótimos instrumentos para a conversão de clientes, além de expandirem o seu relacionamento para todos os locais onde seu público está, divulgando serviços e conteúdos relevantes e aumentando a oportunidade de faturamento.

Trabalho especializado

Ter conhecimento na área é um dos fatores mais importantes para que a gestão de redes sociais seja eficaz. Assim como você e sua equipe estudaram para realizar diagnósticos e tratamentos, os profissionais de marketing também se capacitaram para analisar, planejar e executar campanhas nas redes sociais.

Uma agência ainda detém um departamento exclusivo para esse trabalho, que se mantém atualizado nas melhores tendências e garante dedicação exclusiva e ativa sobre o seu investimento. Tentar desempenhar essa função sozinho ou com um pessoal de pouca experiência pode ser um “tiro no pé” e gerar desperdício de dinheiro com ações ineficazes.

A gestão de redes sociais deve ser um serviço encarado com seriedade e atenção, já que envolve diversas atividades e pode ser responsável por um grande retorno para a sua clínica ou para o seu consultório. Afinal, essas plataformas são meios para gerar interação e relacionamento com os clientes, e esse é o objetivo maior do marketing digital.

Se você entendeu a importância da contratação desse trabalho e deseja implementá-lo no seu estabelecimento, entre em contato conosco e conheça nossas soluções! Vamos lá!

Empreendedor, publicitário, empresário, CEO e sócio-fundador da Agência GIP.

Diretor do departamento de web e marketing digital.

Especialista Nanodegree em Marketing Digital pela Udacity Universidade do Vale do Silício.

MBA em gestão e mercado para consultórios e clínicas pelo Grupo Caproni.

Graduado em Comunicação Social com ênfase em Publicidade e Propaganda e pós-graduado em Comunicação Empresarial e Marketing.

100% família, fã de realities empresariais, alfenense de coração, pai do Thomás e karateca faixa verde.

Empreender é se jogar de um precipício e construir um avião durante a queda.

Inbound Marketing: o que é e como conseguir mais pacientes com ele

Divulgação é a palavra-chave para tornar qualquer negócio conhecido, levando os produtos e serviços até o público que precisa deles. Porém, existe uma nova maneira de aproximar as pessoas de uma marca e ela segue o caminho inverso, ou seja, fazendo com que elas se interessem pelo que você tem. Isso é o Inbound Marketing.

Essa estratégia de marketing digital é um sonho para muitos empreendedores e, do ponto de vista da área da saúde, é extremamente importante. Em saúde, existem diversas normas que determinam a forma como as clínicas e os consultórios médicos podem divulgar seus serviços para o público.

Por esse motivo, preparamos este artigo que apresenta o que é Inbound Marketing e mostra como conseguir mais clientes para seu consultório ou clínica com ele. Confira!

O que é Inbound Marketing?

Trata-se de uma estratégia de marketing digital que valoriza o relacionamento entre sua marca e os potenciais clientes de forma progressiva. Seu objetivo é criar valor para o seu negócio e fazer com que o público vá atrás daquilo que ele tem a oferecer. Ele faz isso por meio da geração, divulgação e acompanhamento de conteúdos diferenciados e de qualidade.

Como médico, você sabe a importância que é educar as pessoas que vão ao seu consultório ou clínica médica. Muitas chegam lá munidas com informações da internet, encontradas em buscadores como o Google. Portanto, imagine como o seu conhecimento pode contribuir com a qualidade das informações que elas consomem!

Como implementar essa estratégia?

O Inbound Marketing é implementado por meio de quatro etapas. A primeira delas é atrair as pessoas que se interessam pelos seus serviços como médico. Para isso, você precisa definir quem é o seu público e criar uma persona — representação do seu cliente ideal para a qual será destinada toda a produção de conteúdo.

A criação e troca de informações possibilitará alcançar seus clientes, conhecê-los e descobrir seus desejos, necessidades, expectativas e problemas. Sendo assim, você deve definir uma jornada de compra, ou seja, um caminho para que essa persona chegue até sua clínica ou consultório médico.

Confira abaixo as quatro etapas da jornada:

  • aprendizado e descoberta: conteúdo cujo objetivo é despertar o interesse, como falar sobre a importância de cuidar da saúde;
  • reconhecimento do problema: a persona sabe que tem um problema e começa a pesquisar mais sobre ele e suas possíveis soluções. Ela pode ser diabética, por exemplo;
  • consideração da solução: ela já identificou algumas soluções para o problema, como por exemplo alguns médicos especialistas em sua doença. Você pode estar no meio deles, portanto, precisa oferecer conteúdos que tragam ela para sua clínica;
  • decisão: a persona já está avaliando com qual dos profissionais se consultará, portanto, é importante compartilhar com ela materiais ricos que auxiliam na tomada de decisão.

Por que o Inbound Marketing é importante?

Perceba que essa estratégia é baseada no compartilhamento de conteúdo. Dessa forma, você pode contribuir com a sociedade por meio do seu conhecimento, evitando a propagação de informações incorretas sobre doenças e tratamentos. Ao mesmo tempo, ela ajuda a desenvolver uma relação mais próxima com cada pessoa.

Agora que você sabe o que é Inbound Marketing, pode se organizar para adotar essa estratégia na sua clínica ou consultório médico. Essa é a forma mais orgânica para fazer com que o seu negócio cresça e atraia mais clientes.

Conte com o apoio técnico e especializado de uma agência de comunicação 100% focada em resultados para consultórios e clínicas. Entre em contato e conheça nossas soluções em marketing.

Empreendedor, publicitário, empresário, CEO e sócio-fundador da Agência GIP.

Diretor do departamento de web e marketing digital.

Especialista Nanodegree em Marketing Digital pela Udacity Universidade do Vale do Silício.

MBA em gestão e mercado para consultórios e clínicas pelo Grupo Caproni.

Graduado em Comunicação Social com ênfase em Publicidade e Propaganda e pós-graduado em Comunicação Empresarial e Marketing.

100% família, fã de realities empresariais, alfenense de coração, pai do Thomás e karateca faixa verde.

Empreender é se jogar de um precipício e construir um avião durante a queda.

Site responsivo: O que é? Minha clínica precisa de um?

Todos os dias, você usa o seu celular para enviar mensagens, acessar seu e-mail, realizar chamadas e fazer compras em lojas virtuais. Provavelmente essa é a sua realidade, que evidencia a relevância dos dispositivos móveis. Nesse cenário, também fica clara a importância de um site responsivo.

Esse conceito pode ser traduzido como a capacidade de adaptar o seu site a diferentes tamanhos de tela. Assim, qualquer pessoa que o acessar tem facilidade de uso, o que tende a aumentar a satisfação do usuário.

Por isso, a responsividade é um recurso necessário em qualquer segmento de negócio, inclusive na saúde. Neste post, vamos demonstrar os motivos pelos quais você deve adaptar o site da sua clínica e as vantagens que essa prática trará. Então, vamos lá?

A importância de um site responsivo

A responsividade é um conceito que ganhou importância com a adoção dos dispositivos móveis. A facilidade de usar apenas um site que se ajusta para desktop e mobile é uma facilidade para as empresas e também para o consumidor.

Essa questão é ainda mais relevante quando se analisam os dados de uso de smartphones e tablets no Brasil. De acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) 2015, divulgada em 2016 pela Agência Brasil, 92,1% das residências no país acessam a internet pelo celular.

O total de domicílios que acessam a internet por computador também reduziu pela primeira vez nesse levantamento, passando de 28,2 para 27,5 milhões. Em relação à porcentagem de pessoas que navegam na World Wide Web, o resultado ultrapassou 50% em todas as faixas etárias.

É importante destacar ainda que pessoas que trabalham em educação, serviços sociais e saúde fazem parte do contingente que mais acessa a internet, totalizando 87,1%. Então, se você usa dispositivos móveis, pode ter certeza de que seus pacientes também utilizam.

Esses dados demonstram a importância de manter um site responsivo. Perceba que o usuário tem o direito de buscar informações rápidas e fáceis de encontrar. É impensável ter que aumentar ou diminuir a página ou dificuldades para clicar nos botões porque eles são praticamente imperceptíveis.

Essa é uma forma de seguir as tendências dos consumidores por meio do User Experience (UX), ou experiência do usuário. Assim, oferece-se uma vivência única e diferenciada, que aumenta a satisfação do paciente e a possibilidade de ele voltar à sua clínica ou consultório.

As métricas que podem melhorar com um site responsivo

O seu consultório pode apresentar resultados melhores com a responsividade. Algumas métricas que tendem a se aperfeiçoar são:

Taxa de rejeição

Essa métrica consiste no percentual de pessoas que acessam o seu site e saem dele sem executar qualquer ação. Geralmente, ocorre porque o site demora para carregar ou é difícil de ser manuseado. O ideal é reverter essa taxa por meio de uma boa experiência, como a responsividade, por exemplo.

Experiência do usuário

A responsividade impacta diretamente esse aspecto, porque as telas menores não oferecem a mesma facilidade de uso. Além disso, esse é um fator de ranqueamento para o Google. Por isso, ter um site adaptável ajuda a melhorar o posicionamento.

Tráfego

A falta de um site responsivo faz com que você perca autoridade no seu segmento de atuação (no caso, a saúde), porque a tendência é que os usuários prefiram ir para a concorrência. Além disso, o acesso por mobile é um fator significativo, já que ignorá-lo significa deixar de lado um percentual de tráfego considerável.

As vantagens desse recurso

O site responsivo traz vários benefícios à sua estratégia de marketing. Um deles é o acesso cada vez maior à internet por dispositivos móveis. As pessoas aproveitam o tempo ocioso para navegar no smartphone e pesquisar os profissionais de que necessitam. 

Isso significa que ter um site sem responsividade faz você perder um cliente em potencial. Portanto, se deseja manter sua clínica ou consultório acessível, aposte nessa ideia. Lembre-se de que esse é um recurso que facilita a entrega de informação para o usuário do Google, já que o buscador analisa o tipo de dispositivo utilizado para o acesso.

Agora que você entendeu a importância de um site responsivo, que tal investir nessa proposta? Veja outras dicas relevantes para o seu negócio seguindo nossa página no Facebook e Instagram.

Empreendedor, publicitário, empresário, CEO e sócio-fundador da Agência GIP.

Diretor do departamento de web e marketing digital.

Especialista Nanodegree em Marketing Digital pela Udacity Universidade do Vale do Silício.

MBA em gestão e mercado para consultórios e clínicas pelo Grupo Caproni.

Graduado em Comunicação Social com ênfase em Publicidade e Propaganda e pós-graduado em Comunicação Empresarial e Marketing.

100% família, fã de realities empresariais, alfenense de coração, pai do Thomás e karateca faixa verde.

Empreender é se jogar de um precipício e construir um avião durante a queda.

Qual a importância de um mailing de clientes bem organizado?

Antes de falar diretamente sobre a organização de mailing, saiba que, apesar de o termo em inglês se traduzir como “envio de correspondência”, ele é usado corriqueiramente para se referir a uma “lista de correio”. Ou seja, uma relação de clientes com dados de contato.

Para que funcione corretamente, a equipe de apoio precisa garantir que os dados estejam atualizados quando forem necessários. A falta de organização no uso dessa ferramenta ocasiona retrabalho, compromete a agilidade de contato e gera outros problemas para clinica.

Nessa postagem você vai entender como pode utilizar o mailing de forma eficiente, contribuindo para a boa imagem junto aos pacientes, a confiança que ele deposita em você e até para a eficiência de tratamentos. Confira sobre algumas de suas utilidades:

Contatos de retornos dos pacientes

Os retornos são importantes para fortalecer o relacionamento e garantir a continuidade do tratamento. Um mailing atualizado permite que ele seja lembrado sobre a necessidade de retornar com exames, sobre a urgência de fazê-lo, e até com links e facilidades para orientá-lo.

Por exemplo. Ele pode ser informado sobre convênios com clinicas de diagnóstico, indicações de serviços de confiança e receber links que facilitem o agendamento da consulta. Além de uma atenção com o paciente, esse tipo de ação pode agilizar o trabalho da recepção.

Comunicados sobre a clínica e os profissionais

Dentre as informações mais importantes para que os pacientes mantenham confiança na clínica e na equipe estão:

  • participação em congressos;
  • compra de equipamentos modernos;
  • mudanças e aprimoramentos no ambiente da clínica; e
  • eventos interessantes.

Enviar esse tipo de informação mostra atenção, aproxima a clinica e o corpo clínico do cliente e demonstra que você se importa com ele. Esse é um tipo de ação que pode ser feito pelas redes sociais ou por e-mail.

Pós-atendimento

Dar atenção ao cliente depois do serviço prestado transmite preocupação e atenção com ele. Além disso, é uma forma de verificar sua satisfação com o atendimento. Para isso, você pode solicitar que ele manifeste sua opinião sobre o ambiente da clinica, a forma como foi recepcionado e a condução do tratamento.

Isso é ótimo para entender como ele percebe os detalhes do atendimento e o mailing permite que esse processo seja automatizado. Porém, conforme o caso, pode ser feito por meio de uma ligação telefônica.

Conteúdo do mailing

Os dados que precisam ser armazenados variam de acordo com o objetivo de sua lista. Por exemplo. Se ela for usada para manter relacionamento com os pacientes com marketing de conteúdo, é interessante incluir alguma informação sobre os temas de interesse de cada grupo de pacientes. De qualquer maneira, alguns dados não podem faltar, como por exemplo:

  • email;
  • endereço completo;
  • telefone (WhatsApp);
  • histórico do paciente.

Para concluir, esperamos que tenham ficado claro que, seja para programar o envio de um cartão de aniversário, seja para qualquer necessidade de contato com urgência ou eventuais orientações, a eficiência depende da organização de mailing. A comunicação com clientes é um ponto-chave do marketing da atualidade. Problemas e dificuldades nessa área não são admissíveis para quem busca sucesso e a construção de uma boa imagem.

E você? Tem usado seu mailing de forma satisfatória? Quais são seus principais problemas ou dúvidas? Deixe seu comentário aqui no post. Esse é um ótimo tema para trocar experiências.

Empreendedor, publicitário, empresário, CEO e sócio-fundador da Agência GIP.

Diretor do departamento de web e marketing digital.

Especialista Nanodegree em Marketing Digital pela Udacity Universidade do Vale do Silício.

MBA em gestão e mercado para consultórios e clínicas pelo Grupo Caproni.

Graduado em Comunicação Social com ênfase em Publicidade e Propaganda e pós-graduado em Comunicação Empresarial e Marketing.

100% família, fã de realities empresariais, alfenense de coração, pai do Thomás e karateca faixa verde.

Empreender é se jogar de um precipício e construir um avião durante a queda.

Como criar e-mail marketing de alta conversão? 5 passos simples para médicos

Está precisando melhorar os resultados da sua clínica na internet? Então você tem que saber como fazer e-mail marketing de qualidade para conquistar cada vez mais pacientes no ambiente digital.

O e-mail marketing é um método bastante eficiente para os médicos aproveitarem a confiança do público e entregar-lhe conteúdos especializados que chamam a atenção e convertem. Quem decide cadastrar o endereço de e-mail no seu site está disposto a ouvir mais sobre o serviço do médico, então essa é a sua oportunidade de se destacar.

No entanto, para contar com bons resultados, é necessário implementar uma estratégia de qualidade. Você precisa conhecer muito bem o perfil dos seus pacientes e levar essas características em conta para que a sua abordagem seja certeira.

Confira a seguir cinco passos simples de como fazer e-mail marketing para médicos:

1. Use um título eficiente

O título (ou assunto) do seu e-mail marketing precisa ser bastante chamativo para que pacientes em potencial queiram abrir o seu envio. Do contrário, não importa quanta qualidade o conteúdo possua, ele não será visto.

Leve em conta o perfil do público que você está querendo atingir e o que costuma ser persuasivo para essas pessoas. Considere as necessidades delas e o que estão buscando na internet para que a sua oferta seja tentadora.

​Dependendo do público, emojis no título são uma ótima opção!

2. Entregue valor

Por que clientes em potencial abririam o seu e-mail marketing? Ele tem que ser legitimamente útil, senão ficará difícil causar algum impacto nas pessoas. Você deve estudar o que a sua audiência precisa e suprir essa necessidade.

Além disso, o seu conteúdo deve ter qualidade. Não se contente em criar mais do mesmo. Vá além, conquiste o seu público com uma abordagem superior.

Por exemplo, vale a pena destacar os diferenciais competitivos da sua clínica, de que maneira ela pode ajudar os pacientes, entre outros.

3. Mantenha múltiplas listas

Quem disse que você precisa mandar o mesmo e-mail marketing para toda a sua lista de contatos? É possível obter resultados bem melhores ao dividi-la e produzir conteúdo especializado para cada segmento.

Veja os dados cadastrais que você possui dos seus assinantes e encontre maneiras de dividi-los. Pode ser, por exemplo, baseando-se na idade, especialidade buscada, data da última consulta, entre outros.

4. Utilize ferramentas de qualidade

Saber como fazer e-mail marketing também é uma questão de escolher as melhores ferramentas para o trabalho. Afinal, o dia a dia de um médico é bastante corrido, então vale a pena contar com a ajuda de algumas ferramentas eficientes.

Existem diversas opções de software que configuram e disparam essas mensagens, portanto você deve optar por aquela que satisfaz as suas necessidades.

Um exemplo recomendado é o MailChimp. Ele não só permite a criação do seu próprio leiaute de e-mail marketing como também gerencia as suas listas de contatos e agenda os seus disparos para quando você definir.

5. Analise os seus resultados

Para ter certeza de que as decisões que tomou de como fazer e-mail marketing foram corretas, você precisa acompanhar os seus números de performance. Isso significa conferir a taxa de aberturas, os cliques gerados e a quantidade de público direcionado até a oferta da sua clínica ou consultório.

Ao perceber indicadores que não estejam no nível desejado, você deve modificar a sua estratégia até que comece a ter os retornos esperados. Essa é uma das grandes vantagens do marketing digital: é possível fazer ajustes durante o curso da campanha.

Agora você tem tudo para saber como fazer e-mail marketing de qualidade para a sua clínica e conquistar cada vez mais novos pacientes com as suas campanhas.

Esse é um dos canais mais eficientes do meio digital para médicos, portanto precisa fazer parte da sua estratégia e ser bem utilizado. Basta seguir estas dicas para garantir que o seu público perceba valor nos seus disparos e queira interagir com seu conteúdo.

Aproveite e leia mais conteúdos incríveis em nosso blog, comente, compartilhe! 

Empreendedor, publicitário, empresário, CEO e sócio-fundador da Agência GIP.

Diretor do departamento de web e marketing digital.

Especialista Nanodegree em Marketing Digital pela Udacity Universidade do Vale do Silício.

MBA em gestão e mercado para consultórios e clínicas pelo Grupo Caproni.

Graduado em Comunicação Social com ênfase em Publicidade e Propaganda e pós-graduado em Comunicação Empresarial e Marketing.

100% família, fã de realities empresariais, alfenense de coração, pai do Thomás e karateca faixa verde.

Empreender é se jogar de um precipício e construir um avião durante a queda.

Como melhorar o posicionamento do site da minha clínica no Google?

O site da clínica está no ar. As informações de contato estão lá e tudo está cadastrado no Google My Business. Ao buscar sobre os serviços médicos ou odontológicos que sua clínica oferece, o cliente já pode lhe encontrar por meio do Google e outros mecanismos de buscas.

Nesse momento, o principal desafio de seu consultório ou clínica para a atração de novos clientes passa a ser melhorar o posicionamento no Google. Estar entre os primeiros resultados significa mais visibilidade e, consequentemente, mais clientes para seu consultório.

O primeiro lugar orgânico no Google leva 30% dos cliques dos usuários interessados.

Neste artigo, vamos abordar algumas estratégias para que você consiga galgar as posições e figurar entre os principais resultados no Google. Confira!

O que define o posicionamento na página de resultados?

Os resultados que aparecem quando você realiza uma busca no Google ocorrem devido a um complexo algoritmo desenvolvido ao longo de muitos anos pelo Google. Esse algoritmo recebe em um só ano centenas de modificações e melhoras.

O posicionamento é algo complexo. Ao conversar com algum especialista, você ouvirá uma série de jargões de quem trabalha com isso como autoridade de página, link building, tráfego orgânico e bounce rate. Traduzindo a parte complexa, podemos dizer que o objetivo do Google é sempre melhorar a experiência do usuário, ou seja, ele quer garantir que aquilo que as pessoas recebem como resposta às suas pesquisas corresponda ao que elas procuram.

Por isso, antes de executar qualquer estratégia tenha o seguinte pensamento: o site do seu consultório precisa atender às necessidades de quem está procurando os serviços que você oferece. Isso é o mais importante. Tendo isso em mente, seja claro, deixe as informações de contato, explique o que ele poderá encontrar em seu consultório ou clínica.


[EBOOK] Links Patrocinados

Como melhorar o posicionamento no Google?

Existe um conjunto de ações que auxiliam o seu site a melhorar o posicionamento no Google. Essa estratégia é chamada de SEO (Search Engine Optmization), com foco em aumentar a quantidade e qualidade do tráfego para seu site por meio de melhor posicionamento orgânico.

O que compõe o SEO?

Para entender o que o SEO realmente entrega, podemos dividir em duas partes:

  • qualidade do tráfego: você pode atrair usuários do mundo inteiro, mas o tráfego de qualidade são as pessoas que realmente podem acabar visitando o consultório ou clínica;
  • quantidade do tráfego: uma vez que você esteja atraindo as pessoas certas, é importante aumentar a quantidade de potenciais clientes que visitam o site.

Como aplicar o SEO?

O SEO é formado por uma série de ações contínuas que, se executadas de forma consistente, apresentarão melhoras no posicionamento de médio a longo prazo. Confira a seguir algumas dicas:

Palavras-chave

Entenda o que o seu cliente ideal está buscando e, a partir disso, permeie o site com essas palavras-chave, produzindo conteúdos de qualidade para que o cliente possa encontrar o seu consultório ou clínica.

Arquitetura da página

A forma como o site está construído é essencial para um bom posicionamento. Por isso, certifique-se de que o seu site é responsivo, ou seja, se é capaz de se adaptar a diferentes tamanhos de tela. Confira também a hierarquia de títulos e cabeçalhos, pois eles são importantes para o Google categorizar o conteúdo exposto. As imagens também devem ter título e descrição alternativa.

Velocidade de carregamento

O Google penaliza sites que são lentos e pesados. Ou seja, ele deve ser otimizado para não consumir muitos dados e deve contar com um servidor que responda rapidamente, uma vez que isso garante uma boa experiência do usuário.

Conteúdos de qualidade

Por fim, garanta que o seu site tenha conteúdos de qualidade e que respondam verdadeiramente ao que o cliente está procurando. Não tenha dúvida: os conteúdos também podem auxiliar você a se tornar uma referência de qualidade para quando ele precisar de um serviço na área da saúde.

Como você viu até aqui, melhorar o posicionamento no Google é algo que você pode começar a fazer agora pela sua clínica e para isso, é importante ser consistente e oferecer o que o cliente quer encontrar.

Gostou deste post? Conte para a gente aqui nos comentários se o site de seu consultório ou clínica já está maduro para iniciar uma estratégia de SEO e melhorar o posicionamento no Google. 

Empreendedor, publicitário, empresário, CEO e sócio-fundador da Agência GIP.

Diretor do departamento de web e marketing digital.

Especialista Nanodegree em Marketing Digital pela Udacity Universidade do Vale do Silício.

MBA em gestão e mercado para consultórios e clínicas pelo Grupo Caproni.

Graduado em Comunicação Social com ênfase em Publicidade e Propaganda e pós-graduado em Comunicação Empresarial e Marketing.

100% família, fã de realities empresariais, alfenense de coração, pai do Thomás e karateca faixa verde.

Empreender é se jogar de um precipício e construir um avião durante a queda.

Profissionais da saúde: por que criar um site bem estruturado?

Criar um site já deixou de ser uma simples opção para os profissionais da saúde que desejam se destacar no mercado. Nos dias atuais, é indispensável ter uma presença sólida e profissional na internet.

Assim como no resto do mundo, no Brasil, a partir da popularização de dispositivos móveis, como smartphones e tablets — além da maior quantidade de pessoas com acesso a redes Wi-Fi, 3g e 4g —, a busca por soluções na internet também aumentou.

Portanto, seja você dono de uma clínica, consultório ou qualquer tipo de negócio na área da saúde, continue a leitura  para entender por que seu negócio precisa estar na internet o quanto antes!

4 motivos para você considerar criar um site

Além da enorme quantidade de pessoas acessando e realizando buscas diariamente na internet, veja abaixo mais alguns motivos para você criar um site para o seu negócio. Confira!

1. Ser mais facilmente encontrado na internet

Se as pessoas estão na internet e o seu negócio não, como você vai atrair novos clientes para seu consultório ou clínica?

Com um site adequado no ar, alinhado ao perfil de seu público-alvo, com informações úteis e relevantes, são grandes as chances de mais pessoas entrarem em contato com você, em busca de mais detalhes sobre os serviços prestados.


[EBOOK] Links Patrocinados

2. Ter uma boa divulgação do seu trabalho

A divulgação do seu trabalho vai aumentar automaticamente a facilidade de reconhecimento do mesmo.E você ainda pode potencializar essa divulgação usando estratégias de marketing digital, como ações em redes sociais, por exemplo.

Com informações completas inseridas de forma adequada sobre os serviços prestados, os usuários do site certamente vão sentir mais confiança em contatar a sua clínica ou consultório. E, para facilitar esse processo, ter formulários de contato bem destacados no site é fundamental.

3. Possuir um blog

Ao criar um site, você também tem a possibilidade de divulgar conteúdos relevantes e gerar relacionamento com o seu público-alvo pela manutenção de um blog. Essa é uma estratégia excelente para, além de prospectar novos clientes, manter o relacionamento e fidelizar os atuais.

A partir do momento que seu blog possuir conteúdos, você ainda pode ir além e investir em uma estratégia de inbound marketing para aumentar ainda mais seus resultados.

4. Construir autoridade

Para que seu conteúdo tenha sucesso e reconhecimento, não basta que as pessoas apenas saibam  da existência dele. Há necessidade de gerar confiabilidade e respeito a quem está divulgando determinada informação, para que esta seja consumida com confiança pelas pessoas interessadas em acessá-la. Isso é chamado de autoridade.

Com um conteúdo atraente e embasado, é muito mais fácil se tornar influenciador no assunto: as pessoas permitem ser afetadas por conhecimentos que demonstram veracidade e rigor teórico, assim como o Google, que indexa melhor as páginas possuidoras de conteúdos confiáveis.

Características de um site de qualidade

Primeiramente, você precisa ter em mente que não deve criar um site qualquer. Seu site deve ser profissional e bem estruturado, começando pelo design.

Um bom design é indispensável para o sucesso do seu consultório ou clínica, e você precisa ter uma identidade visual bem elaborada e de acordo com o perfil do seu público-alvo, para utilizar os elementos e padrões visuais também na hora de criar um site.

Contar com uma boa divulgação do seu trabalho e da sua imagem pessoal também é fundamental, portanto, considere investir em imagens de qualidade e em fotos profissionais para o site.

Outro ponto importante é que os acessos à internet a partir de dispositivos móveis já ultrapassaram aqueles via desktop; portanto, também é preciso que o design do seu site seja responsivo, ou seja, ele deve se adaptar perfeitamente a dispositivos como tablets e smartphones.

Agora, você já sabe a importância de criar um site bem estruturado para a sua clínica ou consultório e também como esse site deve ser desenvolvido.

Para saber mais afundo de como se comunicar melhor com seu cliente, baixe nosso eBook Comunicação efetiva para seu consultório ou clínica. Boa leitura!

Empreendedor, publicitário, empresário, CEO e sócio-fundador da Agência GIP.

Diretor do departamento de web e marketing digital.

Especialista Nanodegree em Marketing Digital pela Udacity Universidade do Vale do Silício.

MBA em gestão e mercado para consultórios e clínicas pelo Grupo Caproni.

Graduado em Comunicação Social com ênfase em Publicidade e Propaganda e pós-graduado em Comunicação Empresarial e Marketing.

100% família, fã de realities empresariais, alfenense de coração, pai do Thomás e karateca faixa verde.

Empreender é se jogar de um precipício e construir um avião durante a queda.

Como melhorar minha reputação online? Descubra aqui!

A internet é a grande ferramenta do mercado, tanto para produtos e serviços online como para a empresa física. Dessa forma, importar-se com sua reputação online é algo de extrema importância!

Ela dirá qual é a sua representatividade, como está a presença digital da sua marca e o que seus clientes estão falando a seu respeito nas diversas redes e diferentes plataformas digitais.

Deu para perceber como é importante sempre procurar melhorar a sua reputação online, certo? Então confira a seguir algumas dicas que te ajudarão a “fazer o seu nome” na internet!

Conheça sua reputação online

Antes de saber como melhorar, é preciso conhecer qual a situação da marca atualmente, e só a partir daí definir uma estratégia para melhorar a reputação.

E como saber sobre a sua reputação online? Você já experimentou pesquisar o seu nome, do seu consultório ou clínica no Google? Se o seu nome estiver na primeira página de resultados da pesquisa, isso já é um bom sinal! O importante nesse momento é saber que tipo de conteúdo sobre sua marca tem circulado na rede.


[EBOOK] Links Patrocinados

Vigie suas avaliações no Facebook

O primeiro ponto para melhorar sua reputação online é entender que as redes sociais não estão à disposição apenas para a divulgação de seu negócio. O Facebook, por exemplo, proporciona uma ótima ferramenta de avaliação pelos clientes.

As estrelas (que variam de 1 a 5) possibilitam a avaliação de qualquer empresa física, cadastrada com endereço e mais informações de contato. Essa ferramenta permite conhecer o feedback dos clientes a respeito do seu consultório ou clínica e, mais do que isso, receber críticas, sugestões ou elogios.

Use tudo isso a seu favor! Estimule as avaliações, responda os comentários e não deixe de lado as críticas; pelo contrário, use-as para aprimorar o seu serviço e, quando pertinente, faça uma retratação.

Não se esqueça do Instagram

Mais do que promover uma boa imagem visual da empresa, o Instagram pode ser usado de uma forma preciosa para favorecer seu relacionamento com o cliente e, consequentemente, sua reputação online.

Mas como estabelecer relacionamentos por meio do Instagram? Fácil! Abuse da ferramenta de busca. Pesquise por publicações com marcação de local no seu consultório ou por hashtags com o nome de sua marca. A partir dos resultados, é só interagir!

Não deixe de curtir as fotos e agradecer os clientes pela visita ou até mesmo dar um repost.

Incentive o check-in

Além das redes sociais, existem outros aplicativos muito usados quando se trata de reputação de empresas físicas. São os de recomendação de locais como o Swarm e o Foursquare.

Esses aplicativos permitem que os usuários façam check-in no seu consultório ou clínica, além de avaliarem, colocarem fotos e comentários oferecendo dicas aos outros clientes. Dessa forma, o nome do negócio está sendo divulgado, aumentando, assim, sua reputação.

Agora, não se esqueça de que sua reputação online será reflexo da qualidade de atendimento e do serviço oferecido!

Gostou deste post? Aproveite também para descobrir como usar o poder da emoção para melhorar o marketing nas mídias sociais!

Blogpost criado pela nossa equipe de redação, contribuição de todos para oferecer um conteúdo exclusivo e útil para você.
Curtiu? Compartilhe! 🙂